Champignon


Também denominado de “Champignon de Paris” – já que é originário da França – o champignon é um tipo de cogumelo comestível proveniente da família das “Agaricáceas”, pertencente a espécie “Agaricus Bisporus” ou “A bitorquis”, entre outras.

Esta iguaria é extensamente apreciada em diversos locais da Europa e também do Oriente, contudo, nos últimos tempos o gosto pelo champignon tem atravessado tais fronteiras e chegado a outras culturas, talvez um dos motivos para isso seja o alto valor protéico que o mesmo apresenta, e por vezes, chega a ser considerado como alternativa em dietas e incremento de proteínas.

Champignon

Algumas informações nutricionais

O champignon tem baixo teor de gordura, contudo, é muito rico em proteínas, por isso é considerado extremamente saudável. Basicamente, a composição desta iguaria é formada por 90% de água e 10% de proteínas, apresenta cerca de 18 aminoácidos, além de cálcio, ferro, cobre, vitamina C e folato.

Devido a todas essas características é considerado por muitos nutricionistas como “a carne vegetal”, principalmente na Ásia e Europa.

Falando a respeito de alguns hábitos podemos citar o Japão, local onde o consumo de cogumelos é quase diário, devido a isso, muitos especialistas em nutrição acreditam que o champignon pode ser considerado sinônimo de longevidade, afinal a expectativa de vida dos japoneses passa dos 80 anos. Para, além disso, há pesquisas que apontam este cogumelo como um alimento que combate o câncer.

No Brasil, em contrapartida, esta iguaria não era muito apreciada, mas de algum tempo para cá o cenário tem mudado e hoje já são quase 10 mil toneladas de cogumelos consumidos ao ano no Brasil.

Cultivo

O cultivo dos champignons é realizado a partir de compostos orgânicos à base de bagaço de cana, capins e palhas de arroz e trigo.

A produção de tal iguaria começa pela hidratação de toda essa mistura, e também, pela correção do PH a partir do calcário. Na sequência, é realizado o processo de compostagem a fim de transformar lignocelulose em proteínas e outros nutrientes que devem ser digeridos pelo fungo.

Na sequência acontece a pasteurização do composto, o qual deve ficar incubado por um período, e após esse tempo é lançado em cima do mesmo uma camada de terra vegetal. Depois de passado o período denominado “incubação da turfa” inicia-se um processo que deve dar início ao desenvolvimento dos cogumelos.

Alguns fatores são considerados de extrema importância para o cultivo de champignons, podemos citar como condições ideais a temperatura constante de 23 graus e 92% de umidade relativa. Já na fase de crescimento 16 graus são o ideal, além de 85% de umidade relativa do ar. Outro fator de extrema importância que contribui no desenvolvimento do cogumelo é a vapo transpiração que auxilia no crescimento de fungos, essenciais ao desenvolvimento do champignon.

Falando agora sobre o momento ideal de se colher o cogumelo, pode-se dizer que isso depende do destino final que o mesmo vai ter. Por exemplo, para vendas em indústrias, ou mesmo para processamentos que irão resultar em conservas a preferência é por champignons pequenos ou médios.

Já o mercado de desidratação, crescente no Brasil, prefere cogumelos maiores. É bom ressaltar que a colheita de champignons deve ser realizada com muito cuidado, além disso, logo após serem colhidos devem ser levados diretamente a fase de higienização.

Reprodução e controle de pragas

O champignon é um fungo que se reproduz de maneira sexuada, ele é um tipo de cogumelo que produz esporângios em um formato semelhante a uma raquete de tênis, os quais são denominados “basídios”. Os basidiósporos se desenvolvem a partir de todos os cuidados que aqui já foram mencionados, são estes os responsáveis por organizar um “micélio haplóide”, a junção das hifas haplóides origina um “micélio diplóide” o qual cresce e se torna um cogumelo.

É bom lembrar que apesar de serem fungos, os champignons não estão livres de serem atacados por pragas, as quais podem prejudicar o destino final da produção. Contudo, os produtores deste cogumelo sabem que a aplicação de agrotóxicos não é indicada, portanto, a melhor forma de combater pragas em champignons é muita higienização até a completa destruição da colônia intrusa.

Conservando e consumindo o alimento

Os champignons são alimentos sensíveis, e porque não dizer muito voláteis, portanto seu período de conservação é reduzido. Esses cogumelos podem ser conservados por até 10 dias em refrigerador em uma média de 4º C, mas uma orientação é importante, para que este tipo de conservação funcione a iguaria não pode ser lavada.

Mas é claro que tal cogumelo “in natura” é muito mais saudável, afinal não é exposto a nenhum tipo de agente para conservação, o que faz com que seu sabor também seja o mais original possível.

O cogumelo é muito utilizado no preparo de sopas, molhos, e também é utilizado no acompanhamento de saladas e peixes. Além disso, esta iguaria pode ser assada, ou mesmo, cozida a vapor.