Regras do Futebol


O futebol é uma paixão nacional, por termos o único país pentacampeão do mundo e diversos campeonatos estaduais, municipais e nacionais, o brasileiro já nasce com um time de coração, com a bola nos pés e sabendo analisar cada um dos lances do jogo.

Mas você sabe realmente quais são as principais regras do jogo mais comentado e praticado pelos brasileiros?

Futebol

Antes da bola rolar

Antes mesmo dos times entrarem em campo e do juiz apitar o início da partida, as regras para proteção e andamento da partida são extensas. O campo deve ser em formato retangular e sua linha lateral sempre deve ser maior que a linha de meta. A regra diz que um campo de futebol deve ter no mínimo 90 metros de comprimento e no máximo 120 metros, já para a largura o mínimo necessário é de 45 metros e o máximo de 90 metros.

No entanto, o futebol brasileiro usa a regra internacional para realizar a construção de seus campos e por isso é necessário o mínimo de 100 metros de comprimento para um máximo de 110 metros, além de um mínimo de 64 metros de largura para um máximo de 75 metros.

Além disso, as linhas que marcam o campo devem ter no máximo 12 centímetros de largura e a divisão do campo de futebol deve ser feita em proporções iguais. Já o centro do campo deve ter um círculo com raio de 9, 15 metros.

A bola de futebol deve ter uma circunferência de no mínimo 68 centímetros e no máximo 70 centímetros, seu peso não pode ultrapassar os 450 gramas e nem ser inferior a 410 gramas e sua pressão deve ficar entre 0,6 e 1,1 atmosferas.

Os times devem ter no mínimo 7 jogadores para que a partida corra sem nenhum problema, por isso, se mais de 4 jogadores de uma mesma equipe forem expulsos, o jogo é terminado e o placar final mantido.

Para realizar substituições é preciso que as comissões técnicas dos dois times entreguem ao juiz, antes do início da partida, uma lista com os substitutos, ou seja, aqueles jogadores que poderão entrar em uma das três substituições do time.

Os jogadores não podem entrar em campo com nenhum objeto que apresente riscos a eles e aos seus companheiros e adversários, como joias ou acessórios. Além disso, eles devem estar equipados de calções térmicos, meias, caneleiras, chuteiras, caneleiras e luvas para os goleiros.

As regras do jogo

Ao decorrer dos 90 minutos de jogo, mais os acréscimos estipulados pelo árbitro, o juiz poderá apitar falta, penalidade máxima e até mesmo impedimento. Essas são algumas das regras básicas do futebol e podem confundir e muito quem está começando a entender o esporte da pelota.

A regra do impedimento é uma das que causa mais confusão. É dado como posição de impedimento o jogador que estiver próximo à linha de meta de seu adversário, ou seja, o lado em que ele deve marcar o gol. Para isso, ele deve também estar atrás do penúltimo jogador do time, o último é o goleiro, e em posição de ataque para receber a bola. Vale lembrar que o impedimento só acontece se o jogador receber a bola para marcar, se o lance acontecer sem que ele tenha participação o impedimento não acontece.

Além disso, vale lembrar que, se o jogador receber a bola de um tiro de meta, cobrança de escanteio ou arremesso lateral. Se o impedimento for marcado, cabe ao goleiro bater o tiro livre indireto para frente, ou seja, para o seu campo de ataque.

No futebol, outra regra muito comum é a marcação de faltas ou condutas antiesportivas, como costumam ser chamadas. Elas nada mais são do que intervenções de jogadores adversários a fim de roubar a bola ou impedir o avanço de um lance contrário ao seu campo.

As faltas são quando o jogador tenta ou dá um pontapé em seu adversário, aplica uma rasteira, salta sobre o outro jogador, agride com socos ou empurra o outro jogador, agarra ou toca na bola com as mãos.

Nesses casos, o juiz aplica um cartão amarelo a quem faz a falta, com dois cartões amarelos o jogador recebe o cartão vermelho e está expulso da partida. Se a falta for realizada em um jogador sem bola, o juiz pode aplicar o cartão vermelho diretamente. Isso também acontece se o juiz entender que a falta foi agressiva e sem necessidade, como o carrinho ou agressão efetiva, como soco. Além disso, se o jogador discutir e ofender o juiz com palavras de baixo calão, ou até mesmo seus adversários, ele também pode ser punido com o cartão amarelo.

Se a falta for cometida dentro da pequena área, o juiz marca o pênalti que deve ser cobrado na marca do campo e apenas com o goleiro como seu adversário.