O Tempo, a Variação do Tempo e os Cálculos Físicos


O tempo é uma grandeza física escalar, ou seja, não necessita de um sentido e uma direção para ser representado, basta um valor numérico indicando que há um tempo numa determinada situação ou equação. No entanto, além da Física, outras áreas de estudo e outras ciências utilizam-se do tempo para tirar suas conclusões. E, neste caso, o tempo toma outros significados, de acordo com a utilidade que o termo tem nestes estudos.

A verdade é que o conceito de tempo é algo ainda não definido por muitas destas áreas que o estudam. A ideia de que um evento acontece depois do outro numa linearidade ainda instiga estudiosos, principalmente da Física e da Filosofia e faz com que muitos deles passem a maior parte do seu tempo analisando experimentos e observando o cotidiano das pessoas para entender melhor qual a influência do tempo no decorrer dos fatos e na história da humanidade.

O Tempo

O tempo, a variação do tempo e os cálculos físicos.

Trazendo o conceito de tempo para o estudo da Física, é mais correto entender o tempo como um intervalo, ou seja, dentro de um período de tempo um evento acontece, como um movimento, por exemplo. Para calcular a variação de tempo num determinado evento é necessário utilizar uma fórmula simples. Veja: ∆t=t1-t0. Ao analisar esta equação é possível identificar facilmente as variáveis: t1 é o tempo final do evento enquanto t0 é o tempo inicial. É possível notar que o resultado da subtração entre o tempo final e o tempo inicial resulta na variação do tempo durante o evento. E esta variação é representada pela variável ∆t.

O símbolo mostrado antes da variável “t” é a letra grega delta que, na Física em geral, significa que houve uma variação daquela grandeza. Veja alguns exemplos da variação de tempo:

• É comum em muitas provas de vestibulares e exercícios dados por professores em cursinhos a história do deslocamento de um automóvel num determinado período de tempo. Por exemplo: qual o tempo necessário para um automóvel percorrer 50 quilômetros a 25 km/h? Utilizando-se de outras fórmulas e equações da física de movimentos é possível definir que foram necessárias duas horas para este deslocamento;

• Uma situação mais simples: se eu comecei a fazer a prova às 13 horas e terminei às 15h23min, quanto tempo levei para concluir a prova? Utilizando a fórmula de variação de tempo é simples determinar que a variação do tempo de prova foi de duas horas e 23 minutos. No entanto, haverá situações onde será necessário converter horas em minutos ou até em segundos para realizar os cálculos.

O tempo e a variação de tempo nos cálculos de movimento

A fórmula de variação de tempo é a que define a utilização da variável “tempo” nos cálculos físicos. A partir dela e com o uso dela, outras equações são utilizadas na física para entender o movimento de partículas e de objetos dentro de um determinado espaço e trajeto. Muitas equações utilizam tanto a variação de tempo quanto a variável “tempo” isolada para complementar e determinar o resultado de um experimento, o que comprova a importância do tempo para a Física.

Tempo: a quarta dimensão

O mundo como conhecemos é composto de três dimensões, certo? Errado. Pelo menos é o que afirma e aceita a grande maioria dos físicos e outros cientistas da comunidade internacional. Além da profundidade, da altura e da largura, o tempo vem sendo considerado uma nova dimensão no plano espacial do universo, que, com a adição de tempo, torna-se o plano dimensional espaço-tempo.
A teoria de que o tempo é mais uma dimensão física acumula defensores e críticos. Muitos afirmam que, se o tempo realmente é uma dimensão a mais, então é possível prever onde e quando um determinado evento acontecerá, já que terá um ponto específico no plano cartesiano com quatro dimensões. Outra afirmação é de que, se o espaço-tempo é curvo (como mostram muitas das projeções gráficas deste modelo), então é possível viajar no tempo através de atalhos, o que é rechaçado por praticamente todos os cientistas renomados da área da física moderna. Mesmo para Einstein, o criador da Teoria da Relatividade, tão importante para os estudos da Física moderna, viajar no tempo não passava de uma ideia abstrata e de uma fantasia da mente humana.

Esta hipótese é afastada por defensores da teoria do espaço-tempo, já que na verdade o tempo é uma dimensão “extra” fora do plano tridimensional tradicional. A verdade é que os cálculos envolvidos na comprovação do espaço-tempo são tão complicados e envolvem tantas teorias paralelas e ainda mais complicadas e confusas que, entender realmente como ele funciona e qual o real sentido de todo o estudo que é empregado para entendê-lo é algo completamente fora da realidade comum a grande maioria das pessoas, que pouco se preocupa em entender realmente como a Física funciona.