Golden Retriever


As relações entre seres humanos e animais sofreram mudanças ao longo da história. Os primeiros animais foram domesticados com fins de alimentação e auxílio ao trabalho. Hoje, a relação existe também pela afetividade, ao que chamamos de animais de estimação, como os cães.

Dentre estes, a raça Golden Retriever é uma das mais populares. Seu temperamento dócil, raciocínio perspicaz e agilidade física fizeram este cão de porte médio um dos preferidos de equipes de trabalho e famílias ao redor do mundo.

Raça Golden Retriever

História da raça Golden Retriever

Assim como outras raças de cães, o Golden Retriever foi desenvolvido a partir de cruzamentos genéticos entre caninos, com fins de obterem as melhores combinações possíveis.

Esta raça foi pensada para auxiliar o homem na caça. Deveria ser capaz de atravessar lagos, nadar, correr e saltar com agilidade. Audição e faro apurados também eram esperados, uma vez que encontrar a caça abatida e trazê-la até o caçador era uma das suas atribuições.

Além disto, um temperamento dócil, raciocínio ágil e senso de obediência eram pertinentes ao seu desenvolvimento.

Consta que estes cruzamentos genéticos foram realizados na Escócia, no final do século XIX, por Lord Tweedmouth. A partir da análise das características mais interessantes nas raças existentes, Lord Tweedmouth obteve quatro filhotes que dariam origem a raça Golden Retriever.

Características da raça Golden Retriever

Os Golden Retriever são cães de porte médio, entre 40cm e 60 cm de altura. Sua musculatura é bem distribuída, de forma que é um animal bastante ágil para correr, nadar e saltar. Seu pêlo é longo, levemente ondulado nas pontas, com cor predominantemente caramelo, inclusive os cílios. Para alguns, a cor pode ser definida como dourado ou amarelo escuro. Os olhos são escuros, às vezes um pouco castanhos.

Possui um temperamento dócil, gentil e obediente. Por ser um animal afetuoso, o Golden Retriever é muito apegado à família e sempre tentará agradar os seus donos. Por este motivo, são cães que precisam de contato constante com a família, para que não fiquem deprimidos.

Por ser um animal com muita energia, porém calmo e dócil, pode ser um excelente companheiro de brincadeiras, motivo pelo qual é indicado para famílias com crianças.

Esta raça gosta de ficar dentro das residências, não sendo indicada para permanecer apenas na área externa. Além disto, seu temperamento não favorece para que seja um cão de guarda, pois gosta de receber as pessoas em seu território. Convive bem com outros animais.

Tantas qualidades no relacionamento com humanos tornaram esta raça uma das preferidas para a execução de determinadas funções.

Hoje, o Golden também é um cão de trabalho em equipes de busca e salvamento. Suas características desenvolvidas para a caça, aliadas ao bom temperamento e a facilidade de treinamento, tornaram este cão um dos mais utilizados para resgates em áreas perigosas ou nas quais existam feridos. É utilizado em algumas operações policiais que não envolvam abordagem direta de suspeitos, como reconhecimento de transporte de narcóticos.

Porém, sua condição mais conhecida é como cão-guia, ao servir como auxílio para cegos. Sua obediência e senso de proteção para com o seu dono fizeram desta raça, junto com os cães labradores, a principal escolha para esta função.

Cuidados próprios da raça

Alguns cuidados são próprios desta raça. Em relação à sua aparência, é necessário escovar seu pêlo ao menos duas vezes por semana. O objetivo é evitar que ele embaralhe, além de eliminar os pelos mortos. Também é recomendado que se faça uma tosa higiênica. Estes cuidados visam o bem estar físico e a higiene canina, a fim de promover a saúde integral do cão.

A alimentação deve ser equilibrada, visto que é um cão que dispensa grande energia aos músculos para correr e saltar.

Como um cão criado para trabalhar ao ar livre, não é indicado criá-lo em apartamentos ou em locais pequenos, sem espaço suficiente para suas atividades e sem contato com a natureza.

Além disto, é um animal que gosta de brincadeiras e contato humano. É preciso reservar parte do dia para atividades com ele, a fim de canalizar sua energia.

Caso isto não ocorra, o animal pode torna-se agressivo e, principalmente, destrutivo em relação aos objetos do dono, pois esta será a maneira dele de extravasar sua energia contida.

Perfil do cuidador de um Golden Retriever

Antes de responsabilizar-se por um cão, é necessário analisar se você tem o perfil para atender as suas necessidades.

Cães Retriever são brincalhões por natureza. Ele pode entender que muitos objetos da casa são caças de seu dono. O resultado pode ser muita bagunça e, quem sabe, alguns itens quebrados.

Além disto, trocam de pelo duas vezes ao ano e gostam de rolar na terra, o que pode não ser bom para pessoas obcecadas por limpeza.

Como possuem grande força e energia, não são indicados para idosos e sedentários.