Raças Humanas


A diversidade existente entre as diferentes raças humanas fez com que inúmeros estudiosos passassem a analisá-las separadamente, a fim de que fossem elencadas todas as características e particularidades de cada grupo de indivíduos existentes.

Raças Humanas

Apesar de todas as raças, ou seja, de todos os homens descenderem diretamente de uma única espécie evolutiva, o Homo Sapiens, são perceptíveis as diferenciações entre algumas populações tais como, por exemplo, as europeias e africanas.

Mesmo que o interior seja idêntico independente dessas variações externas, é interessante conhecer mais sobre o assunto geneticamente falando, visto que tais descobertas podem auxiliar na redução de doenças que são mais comuns ou mais propensas a determinados grupos.

Veja neste artigo sobre as raças humanas tudo o que você precisa saber para concluir a sua pesquisa com sucesso!

Os principais tipos de raças humanas

• Negróide

O primeiro tipo de raça humana a ser apresentado é o negróide, grupo que basicamente iniciou a espécie humana e que se desenvolveu mais rapidamente no continente africano.

As principais características desta população é que a cor de pele é sempre mais escura e variante de tom conforme cada indivíduo, além de cabelos e olhos também em cores mais fortes e escuros.

Por falar em cabelos, a raça humana negróide possui crespos. O nariz costuma ser achatado e os lábios sempre são mais grossos do que nos demais grupos.

• Europóide

Começando a miscigenação das diferentes raças humanas, o grupo europóide tem uma gama de variação bem mais extensa. Os cabelos podem ser de diferentes cores, indo do louro bem claro até o negro, sendo os fios muito mais moles, lisos ou ondulados.

Os olhos dessa população são mais horizontais e assumem tons mais claros, como os queridinhos olhos azuis e verdes, além de castanhos de tons variados. O tom da pele pode ir do mais claro até o mais “achocolatado” também.

Os lábios e narizes dos europóides são bem mais finos e delgados e o queixo costuma ser mediano.

• Mongolóide

Entre as raças humanas em destaque, a mongoloide precisa ser subdivida para uma melhor compreensão de cada um de seus grupos. Essa divisão é feita em três populações: Setentrional, meridional e americano. Veja a seguir mais detalhes de cada uma delas:

• Setentrional ou asiático-continental

O rosto dessa população é achatado e grande. A cor da pele, assim como dos cabelos e olhos, é clara, e os fios dos cabelos também são maleáveis e moles.

Os lábios dos asiáticos-continentais costumam ser delgados para completar suas características mais básicas.

• Meridional ou asiático-pacífico

Mais baixos que os setentrionais, os asiáticos do pacífico possuem uma pele mais bronzeada e seus cabelos podem variar de lisos a ondulados, com recorrência neste segundo grupo.

Os lábios dos meridionais são mais grossos e seus narizes costumam ser um pouco mais largos. Ainda assim, vale destacar que o rosto desses indivíduos é sempre mais estreito.

• Americano (Índios)

Entre as raças humanas, outra muito marcante é a dos índios. Seus cabelos lisos e bastante escuros, sempre retos, são marcos atemporais na história.

A pele dos índios sempre é amarelo-parda, um tom totalmente diferente das demais raças comumente vistas. Os olhos dos americanos descendentes de índios, principalmente os latino-americanos, são castanho-escuros e seus rostos costumam ser mais largos.

Características que são comumente levadas em conta na definição da raça

Nos estudos competentes sobre as diferentes raças humanas uma coisa é certa: Alguns critérios são tidos como os principais ao longo da análise responsável por definir e classificar cada um dos grupos.

No tópico anterior deste artigo, parte deles ficou evidente e, aqui, essas características estão elencadas uma a uma para maior compreensão.

• Cabelo: Existem principalmente três tipos de cabelos entre as raças humanas. São eles o tipo liso, tipo ondulado e tipo encarapinhado, ou crespo. Cada grupo oscila, portanto, entre esses diferentes tipos.

• Cor da pele: Resposta do organismo à melanina, que são proteínas responsáveis pela coloração marrom ou negra dos cabelos e pele, o tom de cada pessoa pode variar do mais branco ao mais negro possível.

• Estatura: A altura dos grupos também é um determinante entre os estudos das raças humanas, visto que estes podem ser relacionadas a diferentes e antigos grupos antropológicos quando comparados a processos evolucionistas.

• Lábios: Existem quatro diferentes grupos de lábios. São eles os delgados, salientes, grossos e medianos. Cada grupo de indivíduos pode assumir um desses tipos conforme sua história e trajetória genética.

• Olhos: Determinados pela prega da pálpebra, principalmente entre os povos orientais, são importantes demonstradores da raça. Os latino-americanos e demais descendentes dos ameríndios também possuem olhos mais “rasgados”, porém estes se misturam com as demais características pessoais de seu próprio grupo.

Vale ressaltar que, independente da raça humana em questão, é importante sempre se ter em mente que todo ser humano deve ser respeitado e aceito como igual.