Regras do Tênis de mesa Individual e por Equipes e História


O tênis de mesa é caracterizado como um esporte que nasceu na Inglaterra em meio à segunda parte do século XIX. Em território brasileiro, essa modalidade só chegou no início do século XX, trazido diretamente pelos turistas ingleses.

Nos dias de hoje, esse esporte é um dos mais conhecidos e famosos em todo o mundo, lembrando que muitas das suas regras são similares com a de tênis de campo.

Tênis de mesa

História do tênis de mesa

O jogo surgiu como uma verdadeira imitação do tênis normal, disputado nas grandes quadras. Com outros nomes, o tênis de mesa ainda pode ser conhecido como pingue-pongue em vários países, sendo esta uma marca registrada do esporte.

O esporte é um dos mais populares em todo o mundo no que diz respeito ao número de praticantes, sendo este também o dono da “bola mais rápida” de todos os esportes que a utilizam, mesmo que para diferentes utilidades, tamanho e peso. Além disso, é também o único esporte em que raquetes são utilizadas para garantir a rotação da bola.

Regras do tênis de mesa – individual e por equipes

No tênis de mesa, devemos começar destacando o fato de que as disputas são realizadas tanto em categorias individuais, ou seja, competição entre dois jogadores, em duplas, caracterizados por duas equipes com dois jogadores, e também por meio das duplas mistas, que são formadas por uma mulher e um homem.

Objetivos do game

Em primeiro plano, vamos considerar as características que são gerais, ou seja, são regras do tênis de mesa que valem tanto para as categorias individuais como também por equipes.

A mesa do tênis de mesa deve ter 2,74 metros por comprimento, contra 1,45 de largura. A altura, por sua vez, também é medida: deve estar a exatos 76 centímetros de distância do chão. Na parte central da mesa, uma rede é fixada, sendo ela de 1,83 m de comprimento contra 15,25 cm de altura.

O principal objetivo do jogo? Marcar pontos e mais pontos. Eles são contabilizados toda vez que um jogador manda a bolinha para a parte de fora da mesa (no caso, do lado de seu adversário), ou quando ele não consegue alcançar a bola que vem do seu adversário a tempo.

E a regra é clara: em cada um dos lados da mesa, a bolinha só pode bater uma vez, e depois, já deve ser lançada para o lado oposto. Até mesmo para a realização do saque a bolinha deve pingar uma vez na mesa antes.

Porém, não é só da rede e da mesa que o tênis de mesa precisa para ser considerado um esporte. Além disso, outros itens também devem fazer parte desse jogo.

Dessa forma, os outros dois equipamentos essenciais para a prática do mesmo são as raquetes e as bolas. A bola, por sua vez, é confeccionada por celuloide ou de um material plástico bem similar ao mesmo, com 40 mm de diâmetro. Já a raquete é composta 85% de madeira, e não há nenhuma especificação concreta sobre o seu tamanho. A parte que bate na bola é sempre coberta por uma camada de borracha.

Competições simples (individuais)

Nas competições individuais cada partida dá-se início a partir de um sorteio, realizado pelo próprio árbitro. Esse sorteio é o que faz com que o vencedor decida se será o sacador ou o recebedor da primeira bola.

Cada um dos atletas tem direito a dar dois saques de maneira consecutiva. E depois dessa etapa, o sacador é alterado de forma sucessiva até que o set termine.

Os sets, por sua vez, são disputados até que um dos indivíduos complete 11 pontos. Caso ocorra um empate de 10 a 10, o vencedor é aquele que no decorrer da partida consiga abrir dois pontos contra o outro primeiramente. E dessa maneira, os jogadores passam a alternar a cada um dos saques.

O número de sets varia bastante conforme o tipo de competição. De uma forma geral, uma partida que tem 3 sets, o vencedor é aquele que ganha 2. Com 5 sets, aquele que vence 3, 7 sets, aquele que vence 4 e assim por diante.

No final de cada um dos sets os jogadores devem trocar de lado e o sacador do primeiro set sempre é o recebedor no segundo.

Regras tênis de mesa equipes

Já nos jogos de duplas, os sorteios também ocorrem no início do primeiro set, e as regras são as mesmas no que diz respeito à pontuação.

Porém, na prática, algumas diferenças podem ser sentidas, principalmente pelo fato de que se dobra o número de indivíduos em quadra.

Cada um dos jogadores pode rebater na bola uma vez, e os rebatedores devem ser sempre alternados. Toda vez que um set termina, o lado das duplas também é trocado.

O lado que saca pode sempre escolher qual entre os dois jogadores fará o saque, enquanto os recebedores devem inverter a posição nesse momento.