Peso Aparente, Estática e Equilíbrio de um Corpo Extenso


Peso Aparente

O peso aparente, também chamado de peso efetivo, é o peso que realmente é sentido diante de uma situação. Quando um corpo é inserido em um fluído que apresente densidade inferior, o peso terá consequentemente intensidade maior do que o empuxo realizado pelo fluído. O empuxo é a força que o fluído exerce sobre um corpo.

Por exemplo, quando uma pessoa entra em uma piscina, ela tem a sensação de estar mais leve. Isso acontece porque a água exerce o empuxo, com sentido oposto ao da força do peso da pessoa, por isso, resulta na sensação de leveza.

O peso aparente é justamente o peso que a pessoa aparenta ter dentro da piscina.

Estática

É o segmento da Física responsável por estudar todos os corpos que permanecem em equilíbrio. Exemplo desses corpos são os prédios, pontes, as grandes torres, entre outros. A estática estuda, portanto, quais as condições que levam esses corpos a se manterem sempre em equilíbrio perfeito, mesmo quando submetidos a um movimento grande e pesado, como acontece no caso das pontes, por exemplo.

Estática de um Corpo Extenso

O conceito de Estática do Corpo Extenso está relacionado à força que o corpo apresenta em relação a um determinado ponto, sendo o módulo determinado pela distância do ponto em relação à força.

Quando uma força é aplicada sobre um corpo e este tende a se afastar da posição de equilíbrio, essa última é chamada de instável. Por outro lado, se o corpo se mantiver em equilíbrio mesmo submetido a uma força, a sua posição de equilíbrio recebe o nome de indiferente.

Equilíbrio de um Corpo Extenso

O equilíbrio de um corpo estático exige que esse não realize nenhum movimento de rotação ou translação.

– Para que um corpo não apresente movimento de rotação: a soma de todas as forças relacionadas a um determinado ponto fixo é nula.

– Para que um corpo não apresente movimento de translação: a soma de todas as forças que atuam sobre o corpo é nula.