Válvula magnética


As válvulas magnéticas são dispositivos bastante comuns presentes nos mais diversos tipos de máquinas, inclusive algumas que utilizamos com frequência em nossas casas, como as lavadoras de roupas, por exemplo. Neste artigo, você vai aprender tudo sobre o assunto e perceber o quanto soluções que se parecem tão simples, podem trazer tantas revoluções e facilidades para nosso cotidiano.

Válvula magnética

Eletromagnetismo

Antes de explicarmos a respeito do funcionamento de uma válvula magnética, vamos aprender um pouco a respeito do conceito de eletromagnetismo, já que sem ele, estes dispositivos não poderiam existir.

O eletromagnetismo é um campo de estudo da física e que explica qual é a relação entre o magnetismo – proveniente de ímãs – e a eletricidade. Trata-se de uma teoria que tem como base o conceito de campo eletromagnético, que é resultante da corrente elétrica, ou seja, da movimentação feita pelas cargas elétricas.

Estes fenômenos do eletromagnetismo, não são novidade na história da humanidade. Deste a Grécia Antiga, estudiosos conheciam sua existência, mas somente a partir do século XVII que cientistas passaram a procurar uma explicação para eles. Os cientistas mais conhecidos que dedicaram sua vida e trabalho para o eletromagnetismo são: Alessandro Volta, George Simon Ohm, André-Marie Ampère e Hans Christian Orsted, que foi quem primeiro conseguiu provar empiricamente a relação entre os fenômenos elétricos e magnéticos, no final do século XIX.

James Clerk Maxwell, foi o cientista que conseguiu demonstrar que os campos magnéticos e elétricos eram na verdade, a manifestação de um só campo eletromagnético e as chamadas equações de Maxwell, conhecidas até hoje, são as que comprovam esta evidência e auxiliam que engenheiros e físicos de todo o mundo melhorem ainda mais o conhecimento a respeito para que sejam desenvolvidas ferramentas e equipamentos que possibilitam desenvolvimento industrial.

O eletromagnetismo é vastamente aplicado na indústria, sem que nos demos conta de sua importância. A própria geração elétrica em si, que possibilita que possamos ter luz e aparelhos eletrônicos em nossa casa, utiliza os princípios do eletromagnetismo. Os motores elétricos, os aparelhos de som, e diversos outros aparelhos da nossa casa, só funcionam porque hoje conhecemos como o eletromagnetismo funciona.

O que é uma válvula magnética e como ela funciona

Agora que você já sabe que as válvulas magnéticas só existem porque conhecemos o conceito de campos magnéticos e eletromagnetismo, vai ficar mais fácil compreender como elas funcionam.

Uma válvula magnética é portanto, um dispositivo que tem como função fazer uma variação de corrente através de um solenoide, controlando desta forma o fluxo de gases ou líquidos.

O solenoide é uma espécie de bomba, que fica ao redor de uma êmbolo, que faz com que o líquido ou o gás se movimente. Por mais que seu funcionamento seja considerado bastante simples, a descoberta e o desenvolvimento do solenoide é considerado como sendo um dos mais importantes do mundo, já que possibilita a criação de uma infinidade de equipamentos eletromecânicos. Os solenoides estão presentes nos mais diversos eletroeletrônicos, na industria automobilista, naval e aeronáutica. Há diversos tipos de solenoides, cada um deles sendo mais indicado para cada uso.

Quando a corrente magnética passa pelo polo da solenoide, um campo magnético se forma, atraindo o êmbolo móvel para que ele se movimente, liberando o conteúdo. Trata-se de uma forma muito precisa de controlar a quantidade de gás ou líquido que passa por ela, por isso é muito importante. Entre os equipamentos que utilizam a válvula magnética, podemos citar:

  • Lavadoras de roupas
  • Bombas de combustíveis
  • Equipamentos industriais
  • Motores de carros, aviões e navios

Uma válvula magnética pode ser montada na posição vertical ou horizontal. Tudo vai depender do tipo de componente que deve ser levado de um lado para o outro. Quando há sedimentos, como no caso de combustíveis, por exemplo, recomenda-se que a válvula seja colocada na parte de cima, para que eles fiquem sempre na parte de baixo do compartimento e não sejam transferidos. Além disso, também recomenda-se o uso de filtros para que as impurezas não sejam capazes de passar de um lado para outro.

Os filtros devem ser limpos e trocados de forma periódica. O prazo de validade de um filtro de uma válvula magnética muda de acordo com o tipo de material, quantidade de impurezas e sedimentos existentes e também depende do próprio material utilizado na fabricação do filtro.

Além de garantir uma maior precisão na liberação de gás ou líquido, as válvulas magnéticas são indicadas para serem utilizadas quando o acesso ao conteúdo é difícil acesso ou pode causar riscos. Como é o caso das bombas de combustíveis, por exemplo, que são altamente inflamáveis e precisam que o conteúdo fique totalmente protegido dentro do compartimento.

Quando o conteúdo é um gás, muito quente ou também muito perigoso para a saúde humana ou para o meio ambiente, as válvulas magnéticas também são sempre indicadas, já que facilitam a automatização do processo.