Estados Unidos da América: Localização


Os Estados Unidos está localizado na América do Norte e faz fronteira com o Canadá ao norte e o México ao sul, além de estar entre os Oceanos Pacífico a leste e Atlântico a oeste. O país possui 50 Estados, sendo dois que não fazem fronteira com nenhum outro, que é o Alaska, acima do Canadá e cercado pelos Oceanos Pacíficos e Ártico, e o Havaí, uma ilha no Oceano Pacífico.

Estados Unidos da América Localização

Expandindo as fronteiras

A região americana já era ocupada por tribos indígenas antes da chegada dos europeus. Dentre elas, os mais conhecidos eram os moicanos, sioux, apaches, iroqueses, algonquinos, hurões, havaianos e esquimós. Subdivididas em tribos menores, como os cherokees dos iroqueses, eles preenchiam as terras com uma estimativa de 15 milhões de nativos antes da colonização.

Os europeus chegaram só no século XVI e no seguinte é que iniciaram de fato a colonização, criando treze colônias britânicas. A região ficou conhecida como a que mais aniquilou a população indígena no mundo e os poucos que ainda existem, vivem em situação precária de subexistência.

Divididas em Colônias do Norte e do Sul, cada região recebeu um tipo de grupos de pessoas. A colônia do Norte recebeu famílias protestantes que fugiam da perseguição religiosa da Europa, criando Massachusetts, New Hampshire, Nova Iorque, Nova Jersey, Pensilvânia, Delaware, Rode Island e Connecticut. Nela foram implantadas as colônias de povoamento com mão de obra livre e não escravocrata, pequenos comércios e propriedades.

Já a colônia do Sul foram os senhores de engenho que queria usufruir dos bens da terra e criaram a monocultura e grandes propriedades com escravos, nas colônias da Carolina do Norte e Carolina do Sul, Geórgia, Virgínia e Maryland.

Com a criação dessas treze colônias que se deu início ao processo de independência do país em 1776 e em seguida através da Guerra da Secessão, um conflito interno entre o Norte e o Sul. O Norte, industrializado, sem escravos e com livre comércio foi o vitorioso, que desenharam a construção dos Estados Unidos da América como é hoje.

A partir da sua independência, os EUA começaram a expandir seu território interno e externo. Com uma área inferior a 1 milhão de km², ia até o Monte Apalache, no oeste. A maior dificuldade em expandir a colonização a oeste eram as densas florestas e a grande quantidade de tribos indígenas existentes naquela área, mas que a partir do século XIX não foram impedimentos. A Lousiana foi comprada da França e a Califórnia, Texas e Oregon que eram do México e foram conquistadas por guerras ou compradas.

Hoje, além dos seus 48 estados mais dois separados, os EUA também possuem distritos, territórios e possessões ao redor do mundo, com muita ou nenhuma autonomia da política local. São eles: Guam, Ilhas Marianas Setentrionais, Samoa Americana, Ilhas de Baker, Howland, Jarvis, Johnston, Wake, Recife Kingman, Atóis Midway e Palmyra no Oceano Pacífico. No Caribe, Ilhas Virgens Americanas, Ilha Navassa, Porto Rico e Baía de Guantânamo em Cuba.

A partir do início do século XIX o país começou a receber uma grande massa de imigrantes vindos da Europa Meridional e Oriental, em seguida, já a partir da década de 60, os povos latinos de Cuba, México e de toda América Central e do Sul começaram a ir em busca do sonho americano oferecido pelo cinema e a expansão econômica.

Embora em expansão no início do século, os EUA teve uma grande derrocada com a chamada Grande Depressão, em 1929, com a quebra da bolsa de valores de Nova Iorque. Muitas pessoas ficaram desempregadas, empresas fecharam e uma nuvem de insegurança surgiu no país, que foi controlada por Franklin Roosevelt com a New Idea, ou seja, Novas medidas econômicas e políticas que colocaram o país de volta ao desenvolvimento crescente.

Localização Geográfica e Política dos Estados Unidos

A língua oficial americana é o inglês, mas a segunda é o espanhol pelas cidades mexicanas que foram anexadas, a população de imigrantes e a divisa mexicana. Há duas cidades chamadas Washignton, sendo a capital com o final DC, que significa Distrito de Columbia.

Sua moeda é o dólar, referência econômica mundial de cotação. E em sua bandeira há as treze colônias representadas pelas listras vermelha e branca, assim como os 50 estados são as estrelas brancas no quadrado azul.

Devido sua forte imigração, os Estados Unidos é o país com a maior diversidade étnica e cultural do mundo, sendo o terceiro de maior população mundial, cinco em área contígua e quarto em área total. Os nativos são chamados de americanos, estaduonidenses, norte –americanos e yankees.

O país se confirmou como grande potência militar mundial já na Primeira Guerra, emergindo definitivamente na Segunda, pela inserção das armas nucleares. Mas foi com o término da Guerra Fria e o fim da URSS que tornou os EUA a única superpotência, com a maior economia nacional, potencia bélica, política e cultural do mundo.

Porém, a renda per capita o deixa em sexto lugar, indicando grande desigualdade social interna, principalmente com os imigrantes e negros, que continuam sendo descriminados, em contrapartida em ser o maior fabricante industrial do mundo.

O regime político é presidencialista, eleito por voto direto e indireto. Embora haja vários partidos, somente dois participam das decisões, que é Republicano e Democrata. O atual presidente é um republicano, o bilionário Donald Trump.