Eurotúnel: Início e as obras


Inaugurado em quatro de maio de 1994 o Eurotúnel é considerado uma das sete maravilhas do mundo moderno por ser uma das maiores obras de infraestrutura da Europa.

Com uma extensão de 50,5 quilômetros esta obra liga Folkestone no Reino Unido a Coquelles no Norte da França sob o Canal da Mancha no Estreito de Dover. É possível completar o percurso em uma viagem de aproximadamente 35 minutos atingindo velocidade média de 160 quilômetros por hora.

Em seu ponto mais baixo chega aos 75 metros de profundidade, tendo um trecho submerso de 37,9 Km. O Eurotúnel tem a parte submarina mais longa do que qualquer outro túnel existente no mundo.

Eurotúnel

O início

Foi no ano de 1802 que começaram a surgir a primeiras ideias em prol de uma ligação utilizando o Canal da Mancha, foi o engenheiro francês Albert Mathieu que propôs a construção de uma “espécie de passagem” para carruagens com um ilha no meio que possibilitaria a troca dos animais.

Contudo pressões sobre questões de segurança por parte da imprensa britânica, e também de políticos começaram a pipocar o que resultou na paralisação da construção do túnel. A construção só foi iniciada posteriormente, em 1988.

O projeto custou 4.650 bilhões de libras esterlinas – cerca de 16 bilhões de dólares – e superou em 80% o orçamento inicialmente previsto. O Eurotúnel foi financiado pelos ingleses e franceses.

Entretanto, desde que foi construído o projeto já passou por diversos problemas, entre os quais: o tempo demasiadamente frio e também incêndios que interromperam operações do túnel.

A obra: construção

O Eurotúnel é composto de três túneis que se localizam entre 40 e 70 metros abaixo do nível do mar. Dois túneis da obra são utilizados por carros e caminhões – “Le Schuttle” – e também passageiros que acomodam-se em vagões do “Eurostar”, enquanto o outro túnel tem a função de ventilação.

Como já mencionado a obra tem 50,5 quilômetros de extensão, sendo que destes 3,9 quilômetros ficam submersos, devido a isso é considerado o maior túnel ferroviário do mundo, perdendo apenas para o túnel de “Seikan” no Japão.

Ainda sobre a construção desta mega obra cita-se alguns dados importantes: Foram 13 mil funcionários trabalhando na construção do túnel por cerca de seis anos, período relativamente curto se levamos em consideração a magnitude do empreendimento.

A obra passou por diversas fases durante sua construção, a primeira delas aconteceu antes mesmo das próprias escavações. Na primeira fase os engenheiros utilizaram radares e explosões que definiram onde os túneis deveriam ser construídos, posteriormente foi definido o trajeto, escolhido a partir do nível de segurança e por 94 perfurações feitas entre os anos de 1958 e 1987.

Na segunda fase foi definido que o empreendimento seria composto por três túneis, sendo eles: dois externos com 7,6 metros de diâmetro e um no meio com 4,8 metros.

Os túneis externos teriam como função abrigar ramais ferroviários a fim de realizar a viagem Inglaterra – França, enquanto o do meio destinar-se-ia a manutenção e saída de emergência. Durante a execução destes serviços foram utilizadas onze escavadeiras que saíram ao mesmo tempo de ambos os lados (Coquelles e Folkestone).

A terceira fase é composta por escavação e revestimento respectivamente. Cada túnel é sustentado por seis segmentos de concreto formando um aro de 1,5 metros de largura. Posteriormente foram instaladas bombas de drenagem responsáveis por retirar a água proveniente de infiltrações.

Tanto a colocação de trilhos quanto a instalação do sistema elétrico e do sistema de comunicação só foram realizadas após o término de todo revestimento.

O Eurotúnel deve ser considerado uma obra de extrema importância, afinal, é o grande responsável pela circulação de pessoas, anualmente sete bilhões de passageiros passam por ele, além disso, fortalece a economia tanto na França quanto na Grã Bretanha.

Incidente

Um dos acidentes considerado grave que ocorreu no Eurotúnel foi em 18 de novembro de 1996 quando um trem que transportava caminhões pegou fogo. Não houve vítimas fatais e o túnel foi reaberto em 21 de novembro do mesmo ano, contudo, o transporte de passageiros só voltou a funcionar normalmente em 04 de dezembro, quase um mês depois.

Um segundo incidente aconteceu em 11 de setembro de 2008 do lado francês da obra, pouco mais de 30 pessoas foram retiradas do local, a maioria motoristas que estavam transportando seus caminhões, mas também não houve vítimas fatais.

Preço da passagem

Se você leu este artigo e pretende viajar a Europa saiba que o Eurotúnel é uma ótima opção de transporte, não só pela rapidez, mas também pela segurança que oferece.

O “Eurostar” é o trem responsável pelo transporte de passageiros, tem capacidade para 750 pessoas e a passagem custa 39 Libras, cerca de R$150,00.

Contudo se você pretende viajar de carro pode transportar seu veículo por meio do “Le Shuttle” que tem capacidade para 120 carros e 12 ônibus, aqui a taxa é de 23 Libras, algo em torno de R$ 90,00.