Sistema Terrestre


O sistema terrestre é um conjunto de elementos que formam o ambiente global, sendo este autorregulado, porém ao mesmo tempo influenciado por atos humanos. Dentro do sistema se incluem as diferentes esferas e suas relações. Entendê-las, bem como entender o funcionamento do planeta como um todo, é fundamental para compreender as ações da natureza, os ciclos e os processos que vemos ocorrer o tempo todo na Terra.

Sistema Terrestre

Como se divide o sistema terrestre

Ainda que seja importante considerar a Terra em um sentido fechado, para chegar a isso, é inevitável estudar sobre os componentes que se relacionam para fazer funcionar os processos naturais. Os principais dentre esses componentes são as esferas. São elas:

Atmosfera
Muitas pessoas confundem a palavra “atmosfera” com o próprio ar que respiramos. É compreensível que a confusão aconteça, mas a atmosfera é, na realidade, toda a dinâmica climática do planeta, incluindo, sim, o ar, como também os gases que o envolvem. A atmosfera é a proteção da Terra, o que influencia no clima, e uma das esferas terrestres mais afetadas pela ação humana, em especial pelo conhecido efeito estufa.

Inicialmente, quando a Terra ainda estava em formação, a atmosfera era composta basicamente por gases como metano, nitrito e dióxido de carbono, por conta das constantes erupções que aconteciam no solo, ainda impossível de comportar a vida. Depois, quando surgiram os primeiros seres que realizavam fotossíntese, veio o oxigênio, que saturou a atmosfera. Hoje em dia, 99% dos gases que a compõe são o oxigênio e o nitrogênio.

Dentro da atmosfera, há ainda uma subdivisão de esferas, de acordo com suas temperaturas. São a troposfera (a cerca de 10 km de altura), a estratosfera (a 50 km), a mesosfera (a 80 km) e a termosfera (sem limite definido, algo entre 80 km e 900 km). Mais adiante, há ainda a ionosfera, composta por íons.

– Litosfera
A litosfera diz respeito à tudo que é sólido no planeta. Isso abrange estruturas internas e externas do solo, como rochas, montanhas, relevos, placas tectônicas, vulcões e mais. Vale dizer que, na Geologia, é mais comum que a litosfera seja considerada apenas a camada mais exterior, mas quando falamos de sistema terrestre, ela engloba tudo mesmo. Ou seja, os eventos naturais que tem a ver com o solo, como os terremotos ou as erupções, são explicados dentro desse conceito.

Se falarmos pelo âmbito da Geologia, a litosfera pode ser chamada também de crosta terrestre, por se tratar da camada mais exterior, composta principalmente de rochas e minerais. É o solo que vemos e que circunda a Terra. Abaixo dele há o manto, composto por rochas que se encontram em estado pastoso por ser uma área com temperaturas altíssimas – essa “pasta” é chamada de magma.

Dependendo do conceito utilizado, a divisão da Terra pode ser feita de duas maneiras. Ou apenas separando a crosta do manto e do núcleo, ou colocando mais divisões, que é onde a litosfera se encaixa. A litosfera é a crosta, seguida pela astenosfera (o manto superior), pela mesosfera (que compreende o manto inferior e núcleo exterior) e pela endosfera (núcleo interno).

– Hidrosfera
Como o nome sugere, a hidrosfera tem a ver com a água. Considerando que 70% da superfície terrestre é composta dela, é claro que a hidrosfera possui um impacto muito significativo em todo o sistema. As outras esferas também, certamente, mas a água interfere majoritariamente em ambas, além de ser essencial para a existência de seres vivos. Entretanto, não é apenas de água em seu formato líquido, como presente nos mares e rios, que é composta a hidrosfera. Ela inclui também a água em estado gasoso e sólido, e todos os processos relacionados a esses estados, como a chuva ou as geleiras.

De toda a água no mundo, mais de 97% é encontrada nos oceanos. Isso significa que menos de 3% é de água continental, ou seja, aquela encontrada em rios, lagos, geleiras, calotas de gelo e demais locais que não o mar. Além desses locais, há ainda a água que está na atmosfera (durante alguns processos climáticos), e a que se encontra no subsolo.

– Biosfera
A biosfera é o conjunto de todas as esferas já apresentadas. Ela tem esse nome porque é através da relação entre a hidrosfera, a litosfera e a atmosfera que é possível a criação e manutenção da vida no planeta. Biosfera abriga todas elas, portanto, porque engloba toda forma de vida – vegetação, animais e seres humanos.

Conclusão

É importante frisar que, mesmo que a água seja ponto de partida para muitas ações naturais, todas as esferas interagem entre si o tempo inteiro. É aí que voltamos ao ponto de partida: o sistema terrestre deve ser visto como um todo, mesmo (e principalmente) depois que conhecemos suas partes separadamente. Apenas então é possível fazer um estudo adequado e aprofundado de seus dinamismos.