Resumo do Antigo Egito: O Médio Império (2000 a.C a 1580 a.C)


O Médio Império

O médio império do antigo Egito tem início com a volta da centralização do poder para as mãos do faraó, modificando assim a descentralização existente no antigo império.

Isto aconteceu depois da revolta dos nomarcas, que tentavam abalar a imagem do faraó, e, embora tenham tido algum sucesso inicialmente, não conseguiram evitar que acontecesse essa centralização do poder. O início do médio império no antigo Egito se deu aproximadamente no ano de 2000 a.C.

O primeiro faraó do médio império foi Amenhemet I, que inaugurou a XII dinastia egípcia. Com a mudança e o início do médio império, o faraó buscou, inicialmente, colocar fim ao momento histórico conturbado vivido pelos egípcios nos três séculos anteriores à sua coroação.

As mudanças do médio império

A primeira grande mudança proporcionada pelo médio império foi uma maior estabilidade da civilização egípcia, que voltou a viver momentos áureos, experimentando até mesmo um crescimento populacional.

As atividades comerciais também viveram um momento importante com o médio império, com a agricultura apresentando excelentes resultados, colheitas abundantes e uma maior articulação comercial como consequência.

A cultura egípcia, sempre muito rica, também viveu momentos áureos durante o médio império, com a realização de projetos arquitetônicos magníficos, assim como um avanço da literatura e das artes, em especial a pintura, sempre muito utilizada para reverenciar a importância dos faraós e de seus feitos.

O fim do médio império

Embora tenha gerado um avanço muito grande, o médio império também sofreu com os problemas gerados pela riqueza, como a recusa do trabalho por parte de camponeses, além de algumas classes que passaram a reivindicar maior poder político.

Assim, em aproximadamente 1630 a.C., o Egito foi facilmente dominado e invadido pelos hicsos, uma civilização asiática bastante evoluída em técnicas de combate para a época.

Os hicsos dominaram o Egito por quase um século, até sua expulsão por parte dos egípcios. Esta expulsão dos hicsos marca o início dos acontecimentos que levaram o antigo Egito até o novo império.