Gonçalves Dias e o Romantismo


Gonçalves Dias

Gonçalves Dias foi um importantíssimo escritor da primeira fase no Romantismo no Brasil.
Suas obras são marcadas pela exaltação da natureza, presença indígena e pelo ufanismo – exaltação da pátria.

Biografia

Nascido como Antônio Gonçalves Dias, no Maranhão, é filho de um português com uma mestiça.
Estudou Direito em Portugal, atuando como advogado, jornalista, mas também e escritor. Lá, entrou em contato com obras de escritores portugueses românticos, o que o influenciou a produzir obras com essas características. Foi nesse período que ele produziu a “Canção do Exílio”, exaltando a pátria brasileira e suas belezas naturais.
Em seguida, retornou ao Brasil, onde atuou como professor, jornalista e funcionário público.
Morreu por complicações em um navio que naufragou de Portugal a caminho do Brasil.
É o patrono da cadeira 15 da Academia Brasileira de Letras, fundada por Olavo Bilac.

Principais obras:
Canção do Exílio
Os Timbiras
I-Juca Pirama
Marabá
Canção do Tamoio
Últimos cantos
O canto do piaga
Se se morre de amor

Características

Por ser um escritor da primeira fase do Romantismo no Brasil, Gonçalves Dias valorizava muito as riquezas brasileiras. Em seus poemas, evidenciava a figura indígena, ainda que romantizada, por meio de um herói com características medievais. Também sempre procurou enaltecer a fauna e a flora brasileira, valorizando o país por conta de suas paisagens naturais.
Fora o nacionalismo, ele também fazia muitas poesias apaixonadas e dramáticas, típicas do movimento. Com sofrimento exacerbado pelas paixões distantes ou inalcançáveis; sentimentalismo como foco.
Retratou, ainda, temas religiosos, de caráter cristão.
Do ponto de vista do estilo, procurava seguir os padrões clássicos, mas sem a mesma rigidez, que já estava ultrapassada.
Também compôs textos teatrais e científicos.

Curiosidades

Alguns versos de “Canção do Exílio” fazem parte do atual hino nacional: “Nossos bosques têm mais vida/nossa vida mais amores”.

Sofreu preconceito por sua origem mestiça, sendo impedido de casar com sua primeira amada.