Coeficiente de variação


Talvez você já tenha ouvido falar em coeficiente de variação na escola ou durante o seu tempo na faculdade, mas ainda não saiba o que esse termo significa exatamente e qual a sua importância no mundo da matemática. Agora, você vai descobrir tudo sobre esse fator e dominar um pouco mais sobre esse termo tão importante para as estatísticas e cálculos.

Coeficiente de variação

De maneira geral, o coeficiente de variação é um aspecto muito utilizado por quem busca desvendar a variabilidade de um dado estatístico por meio da exclusão da influência da ordem de grandeza presente na variável.
Pareceu um pouco difícil? Vamos simplificar!

Desvendando o coeficiente de variação

Na maioria dos casos, todos os estudos relacionados a estatísticas estão diretamente ligados às atitudes e momentos que necessitam de muito planejamento, coleta de dados, estratégias, organização de dados e também da análise das informações recolhidas.

Mas como é possível fazer a comparação entre dois ou mais conjuntos de informações? Para resolver esse tipo de situação, o mundo das estatísticas utiliza um termo chamado de desvio padrão. Porém, para que isso funcione, é fundamental que todos os dados tenham a mesma unidade de medida.

Nas situações em que todos os dados recolhidos e analisados foram medidos em unidades de medida diferentes, a comparação entre o conjunto de dados só pode ser feita por meio do coeficiente de variação.

E o que isso significa? Isso quer dizer que o coeficiente de variação é utilizado na análise da dispersão considerando o seu valor médio em situações que apresentam dois ou mais grupos de valores com unidades de medida diferentes. Ou seja, esse termo é uma maneira de demonstrar a variabilidade dos dados sem a utilização da influência da ordem da grandeza da variável na influência dos resultados.

Mas como é feito esse cálculo?

Agora você deve estar se perguntando como é realizado o cálculo do coeficiente de variação. Essa situação é resolvida por meio da fórmula CV = s/X . 100. Mas o que esses termos significam? O s representa o desvio padrão, o X representa a média dos dados apresentados e o CV representa o coeficiente de variação.

Fique atento! Considerando que o coeficiente de variação realiza a análise da dispersão em termos relativos, os dados alcançados por meio da sua fórmula serão representados como uma porcentagem.

Alcançados os resultados do coeficiente de variação por meio da fórmula apresentada, como é feita a interpretação dessa porcentagem? De uma forma simples, podemos dizer que, quanto menor for o resultado do cálculo do coeficiente de variação, mais homogêneos serão os dados utilizados. Isso significa que a dispersão que gira em torno da média é menor. Ou seja:

Baixa dispersão (dados homogêneos): coeficiente de variação menor ou igual a 15%

Média dispersão: coeficiente de variação entre 15% e 30%

Alta dispersão (dados heterogêneos): coeficiente de variação maior que 30%
Dessa forma, é possível concluir que o coeficiente de variação é uma forma de estatística muito utilizada por quem busca fazer uma comparação entre a variação de dados observados que podem ser diferentes em relação a suas médias e também as suas unidades de medição.

Sendo assim, o coeficiente de variação pode ser considerado uma medida relativa de variabilidade que não depende da unidade de medida que está sendo usada. Sendo assim, as grandezas presentes nos dados coletados podem se diferenciar entre si sem causar nenhuma alteração nos valores finais.

Portanto, é possível perceber que o coeficiente de variação é um termo que pode ser aplicado em pesquisas que visam comparar a precisão de estudos e experimentos diferentes. Porém, é preciso ficar atento! Para ser possível definir se um coeficiente é alto ou baixo, é necessário ter muito contato e também familiaridade com o seu objeto de pesquisa.

Mas qual é a vantagem de se utilizar o coeficiente de variação? Esse termo é extremamente útil, pois não depende da relação entre as médias dos dados, diferente do desvio de padrão, que sempre deve ser utilizado considerando esse valor. Isso significa que o desvio de padrão nunca deve ser utilizado para comparar dados que possuem unidades ou médias diferentes. Ou seja, nessas situações, deve-se optar sempre pelo coeficiente de variação.

E é possível encontrar alguma desvantagem no coeficiente de variação? Em algumas situações, esse termo se torna um pouco mais complicado de ser utilizado. Isso acontece principalmente quando o valor da média chega muito próximo de zero. Isso fará com que o coeficiente chegue muito próximo do infinito, podendo causar algumas alterações indesejadas na média.

Outra situação que não torna o coeficiente de variação uma preferência é quando buscamos definir ou fazer intervalos considerados de confiança para a média dos dados. Nessas situações, o coeficiente de variação não pode ser utilizado, diferente do desvio padrão, que se tornou o termo perfeito para esse tipo de caso.