Fração mista


Fração é um termo que vem do latim “fractus” e em português designa “quebrado” ou também “partido”.
Nos estudos da matemática, as frações consistem em uma maneira de efetuar a representação das partes pelos quais um determinado objeto foi dividido.fracao-mista

Na prática, todo e qualquer objeto que não tenha sido submetido a uma divisão recebe o nome de inteiro. A partir do momento que alguns cortes são efetuados nesse objeto, é possível aferir que ele está sendo dividido. Caso o resultado da divisão ser partes iguais, é então possível efetuara representação desse objeto por meio de frações.

Além disso, quando o assunto é definição do que é uma fração, é possível também afirmar que:

– Uma fração corresponde a uma representação de uma ou mais partes de algo que foi dividido em partes igualitárias.

– Uma fração denota uma divisão em que o numerador é equivalente ao dividendo e o denominador, por sua vez, é equivalente ao divisor.

– Uma fração corresponde a um número racional.

A fração mista e os outros tipos de fração

As frações podem ser representadas de quatro formas distintas que podem ser:

– Fração Própria: A fração é própria quando o numerador é menor que o denominador.

– Fração Imprópria: A fração é imprópria quando o numerador é maior que o denominador.

– Fração Aparente: A fração é aparente quando caso a divisão do numerador pelo denominador resultar em um número inteiro.

– Fração Mista: A fração é mista quando ela for constituída por um número inteiro e também por uma fração própria.

Além das definições de fração mista, imprópria, aparente e própria, é pertinente também estar a par dos tipos de operações que podem ser efetuadas entre as frações. Sendo assim são:

– Multiplicação de frações
Subtração de frações
– Adição de frações
Divisão de frações

Para realizar a multiplicação de frações é necessário multiplicar o numerador pelo numerador e o denominador pelo denominador.
Já para efetuar a divisão de frações, é necessário reescrever a divisão como uma multiplicação, mantendo a primeira fração como ela está e, em seguida, invertendo o numerador e o denominador da segunda fração.

A adição e a subtração das frações já são efetuadas por meio de processos diferentes. Para efetuar uma adição ou uma subtração de uma fração, é necessário averiguar se elas possuem denominadores iguais. Caso elas possuam, basta apenas somar (ou subtrair, quando é subtração) o numerador.

No entanto, caso as frações contenham denominadores diferenciados entre si, é necessário encontrar frações equivalentes que tenham denominadores iguais. Em seguida é necessário somá-las.

As características e as transformações das frações

As operações e transformações de frações correspondem a cálculos importantes dentro do âmbito matemático.
Uma fração pode ser mista e de outros tipos, mas é pertinente saber também como são chamadas as suas partes integrantes.
Sendo assim:

– A parte superior da fração: Ela é chamada de numerador e representa as partes de um objeto que foi dividido em partes igualitárias.

– A parte inferior da fração: Ela recebe o nome de dividendo. O dividendo denota a quantidade de partes que um determinado objeto foi repartido. É possível afirmar que essa parte da fração é equivalente ao divisor de uma operação de divisão.

Além disso, conhecendo os tipos de fração, que são próprias, impróprias, aparentes e mistas, é válido saber também que toda fração aparente é considerada uma fração imprópria, por outro lado, nem toda fração imprópria pode ser considerada uma fração do tipo aparente.

Vale também citar que as frações aparentes podem ser escritas no formato de natural, bem como as frações não aparentes e as frações impróprias na forma de fração mista.
Inclusive, é possível efetuar a transformação de uma fração imprópria para número misto e transformar número misto em uma fração imprópria.

Uma fração imprópria é definida como aquele tipo de fração em que o numerador é considerado maior que o denominador, podendo ser transformada em um número misto, podendo assim ter uma parte fracionada e outra parte, por sua vez, sendo inteira.

Para efetuar a transformação de uma fração imprópria em uma fração mista, é preciso efetuar a divisão do numerador pelo denominador. Esse cálculo mostra um resultado que corresponde a parte inteira do número misto, em que o resto é o numerador da parte que é fracionária. Já o numerador, por sua vez, permanece como o mesmo da fração imprópria.

Para realizar a transformação de um número misto em uma fração imprópria, é preciso multiplicar o denominador da parte fracionária do número misto pela sua parte que está inteira. Esse resultado em seguida deve ser somado com o numerador da parte fracionária.

O resultado dessa operação irá apontar o numerador da fração imprópria. Além disso, é válido salientar que o numerador será o mesmo que integra a parte fracionária do número misto.