Composição química das Proteínas


As proteínas são substâncias constituídas por aminoácidos, atuantes em todos os seres vivos. Não por acaso, o nome “proteína” vem do grego “proteios”, que significa primeiro. Elas constituem uma importante ferramenta nos processos envolvendo atividade celular, efetuando assim várias funções no organismo, tais como:

Composição química das Proteínas

  • Replicação de DNA;
  • Transporte de Moléculas;
  • Reparação e construção de novos tecidos no corpo humano;
  • Atuam como catalizadoras de reações químicas que acontecem no organismo dos seres humanos;
  • Constituem alguns fluídos do corpo humano, tais como o leite materno, o muco e o sêmen;
  • Agem também como reguladores hormonais no organismo;
  • São importantes também por atuarem desenvolvendo o sistema imunológico do corpo humano.

Tal e qual os carboidratos, as proteínas são substâncias que necessariamente devem ser consumidas, especialmente se a intenção é estabelecer uma dieta equilibrada e saudável. Elas exercem funções importantes no corpo humano, e por isso é importante incluir no cardápio alimentos ricos em proteínas.

Nesse caso, por exemplo, indivíduos que praticam atividades esportivas regulares ou até mesmo os atletas profissionais devem manter uma dieta rica em proteínas. Dessa maneira, o organismo terá condições de usar o alimento para beneficiar a reparação e a construção dos tecidos musculares, possibilitando assim que o atleta possa adquirir mais massa magra. Por isso, é pertinente acrescentar alimentos que contenham proteína na dieta de desportistas.

Além disso, os alimentos de origem animal que possuem proteína são considerados de grande valia para a alimentação, visto que facilitam a construção de tecido muscular.

No entanto, os nutricionistas não aconselham limitar a alimentação apenas a proteínas. O correto é que uma dieta saudável seja equilibrada, contendo carboidratos, proteínas e gordura na medida exata. A grande solução, então, está no consumo moderado e na combinação dos alimentos adequados. Sendo assim, é importante consultar um nutricionista, pois assim ele vai indicar quais são os alimentos ideais e a sua quantidade.

A composição química das proteínas

A composição química das proteínas compreende uma série de aminoácidos, sendo vinte ao todo; no entanto, apenas nove aminoácidos que constituem as proteínas são considerados essenciais para o organismo humano, já que o corpo não os sintetiza, e é necessário então obtê-los por meio dos alimentos. Essa é uma das razões para sempre manter uma dieta equilibrada e com a quantidade certa de proteínas.

As proteínas são constituídas por estruturas primárias, secundárias, terciárias e também quaternárias. Quimicamente falando, as proteínas são constituídas por:

No entanto, algumas proteínas também contam em sua composição com:

  • Enxofre;
  • Cobre;
  • Ferro;
  • Zinco;
  • Fósforo.

Além disso, as proteínas podem ser classificadas como:

  • Proteínas Conjugadas: São constituídas por aminoácidos e outros elementos.
  • Proteínas Simples: São formadas apenas por aminoácidos.

O tamanho das moléculas de proteínas pode sofrer variações, pois dependem do seu tipo e da sua função. Nesse caso, é possível afirmar que há aquelas proteínas que contam com uma única cadeia polipeptídica, por outro lado, existem outras proteínas que possuem duas ou até mais cadeias, que recebem o nome de proteínas com multissubunidades. Um exemplo desse tipo de proteína é a hemoglobina humana.

Essas proteínas podem possuir subunidades iguais (duas ou até mais de duas) e são chamadas de proteínas oligomérica. Nesse caso, cada subunidade recebe o nome de protômero.

Além da composição química das proteínas, é importante saber quais são os alimentos que são ricos nesse tipo de substância, visto que elas são essenciais para a saúde do corpo humano.

Alimentos ricos em proteína

Os alimentos com uma boa quantidade de proteína podem ser de origem animal ou de origem vegetal. Nesse caso, os alimentos ricos em proteínas são: carnes, peixes, ovos, feijão, frango, leite, cereais, soja (proteína vegetal), leguminosas e também as oleaginosas. Confira então algumas propriedades básicas que constituem tais alimentos:

  • Ovos: É um dos alimentos que mais possuem proteínas, especialmente na clara, que é o local de maior incidência;
  • Peixe: Suas proteínas auxiliam na construção e na reparação dos tecidos musculares;
  • Feijão: Sendo um dos alimentos mais populares na refeição brasileira, o feijão conta com uma boa quantidade de proteína;
  • Frango: Conta com uma alta quantidade de proteína e, além disso, possui menos gordura que a carne vermelha;
  • Carne: A fonte mais famosa de proteína;
  • Laticínios: Alimentos como o queijo e o leite, entre outros, são ricos em proteínas;
  • Soja: Contém o tipo de proteína recomendada para crianças, adultos e pessoas que adotam dietas específicas, tais como aqueles indivíduos que possuem certa sensibilidade aos produtos lácteos ou vegetarianos. Porém, ainda que contenha valor proteico superior a alimentos como a carne e o ovo, a soja não conta com a vitamina B12, que é muito importante para prevenir a anemia.
  • Amendoim: Possui proteínas que beneficiam a circulação sanguínea. Além disso, o amendoim é uma importante fonte de energia.