Composto Inorgânico


O que são, na verdade, os compostos inorgânicos? A química é uma das matérias que mais causam dúvidas nas pessoas na hora de estudar. Mas a área de compostos inorgânicos é bastante simples e você compreenderá melhor sobre ela nesse artigo. A fim de facilitar o estudo dos compostos a partir das suas descobertas na metade do século XVIII, os químicos criaram classificações para estes em dois grandes grupos: compostos orgânicos e inorgânicos.

Composto Inorgânico

Esses compostos estão em todos os lugares, inclusive do nosso cotidiano. Por exemplo, podem estar no veneno das abelhas, nas pérolas, no pigmento de tintas, em pães, bolos, frutas, produtos de higiene e limpeza, nos fertilizantes, antiácidos, nos sal de cozinha, no gesso, nas baterias dos carros, gases atmosféricos, isso para citar apenas alguns exemplos. É possível perceber a diversidade das áreas e das aplicações dos elementos inorgânicos em nosso dia a dia.

O carbono é um composto tetravalente, ou seja, que faz quatro ligações com vários átomos diferentes e também com ele mesmo. Ele tem potencial para fazer diferentes ligações e antes eram encontrados em seres vegetais e em animais. A partir disso se origina a química inorgânica com substâncias de origem mineral.

Os compostos inorgânicos são formados por moléculas e átomos de dois elementos diferentes pelo menos e que não possuem átomos de carbono em sua cadeia com ligações de hidrogênio. Por exemplo, elementos como CO2 e H2CO3 são inorgânicos, afinal não tem cadeia estruturado por carbono. Existem compostos que são chamados de inorgânicos porque são originados de minerais que não são coisas vivas ou chamadas orgânicas.

Tais compostos normalmente são feitos de ametais ou de hidrogênio e tem ligações com átomos metálicos. Esses podem ser iônicos, de coordenação e covalentes. Caso a variação da eletronegatividade dos átomos for alta demais o composto é iônico. Agora se for o contrário o composto é covalente. Apesar disso existem compostos com as duas características. A classificação geral é de base, ácido, sal ou óxido.

Sais, ácidos, bases e óxidos

• Sais: os sais se dissociam na água e liberam íons em pequena porcentagem. Pelo menos um cátion é diferente de H2O bem como um ânion se diferencia do OH. Os principais representantes são cloreto de Sódio, bicarbonato de sódio, sulfato de cálcio, fosfato de cálcio, entre outros.

• Ácido: os ácidos são os compostos covalentes que possuem reação com água, ou seja, tem ionização. A partir disso formam soluções que tem apenas um cátion, chamado hidrônio. Os principais representantes são ácido sulfúrico, cianídrico, acético e nítrico.

• Base: as bases se dissociam na água e liberam íons em percentual baixo. O único ânion é o hidróxido. Os principais representantes são: hidróxido de sódio, de cálcio, magnésio e amônio.

• Óxido: por fim, os óxidos são compostos binários que são formados por apenas dois elementos aonde o oxigênio é o mais eletronegativo. Existem óxidos básicos como do de cálcio, óxido ácido como o de carbono e o peróxido como o peróxido de hidrogênio.

Principais compostos inorgânicos

A água é o principal elemento e mais importante composto. Ela dissolve facilmente diversas substâncias e também é meio de contato para reações como formação de sais, neutralização de bases e ácidos e oxirredução em pilhas eletroquímicas.

Em seguida existem os óxidos gasosos como CO2, SO2, SO3. O carbono, o nitrogênio e o enxofre são os principais representantes e são produzidos pela queima de combustível fóssil ou pela respiração. Eles são prejudiciais, afinal causam as chuvas ácidas e reduzem a camada de ozônio a partir da sua emissão e reagindo com água.

Outro elemento comum dos compostos inorgânicos é o NaHCO3. O chamado hidrogenocarbonato de sódio é um sal ácido vindo da neutralização parcial do hidróxido de sódio e ácido carbônico. É usado em fermento químico ou antiácido, pois pode ser usado para neutralizar outro ácido ou base criando outro sal e liberando dióxido de carbono.

Mais compostos

Outros exemplos de compostos inorgânicos são:

  • Ácido sulfúrico – usa-se em indústria e laboratórios.
  • Ácido clorídrico – usa-se em limpeza doméstica e laboratórios.
  • Flidróxido de sódio – tem várias aplicações como detergentes, sabonetes, limpeza doméstica, sais de sódio e refinação de gordura e óleos.
  • Ácido nítrico – usado na produção de explosivos e é o mais importante na indústria.
  • Amônia e hidróxido de amônia – usado na produção de ácido nítrico e na fertilização agrícola a partir dos sais de amônia. Também é usado na síntese de ureia.

Esses compostos são amplamente pedidos em provas e exercícios de química. É importante saber diferenciar e identificar ácidos, bases, óxidos e sais e também conhecer exemplos de cada uma dessas reações. Também é interessante saber diferenciar os compostos orgânicos dos inorgânicos, além de montar as fórmulas correspondentes.

No geral a química inorgânica não é tão complexa e pode ser compreendida com um pouco de estudo.