Elementos Representativos


Os elementos representativos nada mais são do que elementos que integram as colunas da famosa tabela periódica na linha da letra A. Neste sentido, são elas: VIIIA, VIIA, VIA, VA, IVA, IIIA, IIA e IA (em ordem decrescente). Tais colunas têm como principal característica em comum a camada de valência. Essa camada, por sua vez, obrigatoriamente tem um subnível com maior energia (seja ela P ou S). Neste sendo, o número de valência deve ainda ser o mesmo número que representa a coluna dos elementos representativos. Neste artigo você irá conhecer o que são os elementos representativos da tabela periódica e quais são as suas principais características.

Elementos Representativos

Mas afinal, o que são os elementos representativos?

Os elementos representativos, com base na explicação anterior, são os elementos que não contam com subníveis enérgicos completos.

As famílias do início da linha, ou seja, IA e IIA, são aquelas de maior energia de subnível S. Já as famílias restantes contam com predominância de energia P.

Nesta classe devemos destacar como principais representantes as famílias a seguir:

• Família composta pelos gases nobres (ou seja, da linha VIIIA). Os gases nobres são representados pelo neônio (Ne), hélio (He), argônio (Ar), xenônio (Xe), criptônio (Kr) e radônio (Rn)

Todos os elementos contam com 8 elétrons e são os únicos encontrados de modo estável na natureza.

• Família composta pelos halogêneos (ou seja, da linha VIIA). Os halogênios são representados pelos seguintes elementos químicos: flúor (F), bromo (Br), cloro (Ci) , iodo (I), ununséptio (não muito comum) e astato (At).

Os elementos representativos contam com 7 elétrons e todos eles são “formadores de sal”.

• Família composta pelos calcogênios (ou seja, da linha VIA). Os calcogênios são representados pelos seguintes elementos químicos: polônio (PO), Oxigênio (O), Telúrio (TE), Selênio (Se) e Enxofre (S)

Todos os elementos possuem seis elétrons. Entre os mais importantes desta cadeia podemos destacar o enxofre e o oxigênio.

• Família composta pelo nitrogênio (ou seja, da linha VA). Os nitrogênios são: Nitrogênio (N), Fósforo (P), As (Arsênio), Sb (antimônio) Bi (Bismuto).

Os elementos são compostos por cinco elétrons e o nitrogênio é o mais importante, já que forma o gás de maior abundância no planeta Terra.

• Família composta pelo carbono (ou seja, da linha IVA). Os carbonos são: Carbono (C), Sécio (Si), Germânio (Ge), Estanho (Sn) e Chumbo (Pb).

Os elementos representativos desta família são compostos por 4 elétrons na última camada. O mais importante de todos eles é o carbono, já que ele forma as tão importantes cadeias carbônicas estudadas pela química orgânica.

• Família composta pelo boro (ou seja, da linha IIIA). Os boros são: Boro (B), Alumínio (Ai), Gálio (Ga), Índio (In) e Tálio (Ti).

Todos os elementos representativos contam com três elétrons no último nível. O Alumínio é o de maior importância, já que é utilizado nas mais variadas áreas do mercado atual: como na construção civil, no desenvolvimento de meios de transporte (como aros de bicicletas, embarcações e carrocerias de vários veículos), na indústria metalúrgica e até mesmo na criação de simples materiais, tais como as tampinhas de iogurte e os papeis alumínios.

• Família composta pelos metais alcalinos do tipo terrosos (ou seja, da linha IIA). Os metais alcalinos terrosos são representados por: Berílio (Be), Magnésio (Mg), Cálcio (Ca), Estrôncio (Sr), Bário (Ba) e Rádio (Ra).

Todos os representantes da família contam com elétrons no último nível de energia. Nesta família, os elementos representativos de maior importância são o cálcio e magnésio – e não à toa, são também os mais abundantes no meio ambiente.

• Família composta pelos metais alcalinos naturais (ou seja, da linha IA) e com exceção do hidrogênio. Os metais alcalinos são formados por: Lítio (Li), Sódio (Na), Potássio (K), Rubídio (Rb), Césio (Cs) e Frâncio (Fr).

Todos os elementos desta família se encontram no mais energético subnível da tabela periódica. O hidrogênio faz parte deste grupo uma vez que não possui nenhum elétron em sua camada de valência.

Como é feita a distribuição dos elementos representativos na tabela química?

Já a forma pela qual ocorre a distribuição de tais elementos representativos na tabela química é a seguinte:

• Elementos da família VIIIA: contém 8 elétrons de valência e distribuição no subnível de energia de s2 a p6;
• Elementos da família VIIA: contém 7 elétrons de valência e distribuição no subnível de energia de s2 a p5;
• Elementos da família VIA: contém 6 elétrons de valência e distribuição no subnível de energia de s2 a p4;
• Elementos da família VA: contém 5 elétrons de valência e distribuição no subnível de energia de s2 a p3;
• Elementos da família IVA: contém 4 elétrons de valência e distribuição no subnível de energia de s2 a p2;
• Elementos da família IIIA: contém 3 elétrons de valência e distribuição no subnível de energia de s2 a p1;
• Elementos da família IIA: contém 2 elétrons de valência e distribuição no subnível de energia exclusivamente de s2;
• Elementos da família VIIIA: contém 1 elétron de valência e distribuição no subnível de energia de s1.