Relações de Massa: Massa e Volume Molecular, Avogadro e Clapeyron


Relações de Massa

A química é fundamental para diversas utilizações, especialmente em indústrias farmacêuticas, estéticas, entre outras que tem como principal função a produção de compostos químicos, independentemente de sua utilização.

Porém, para que possa ser utilizada desta maneira, é preciso que se consiga manusear os elementos químicos, o que é possível através da determinação de sua massa e volume, Avogadro, entre outros.

Massa molecular

A massa molecular de uma determinada substância representa a quantidade de vezes que uma determinada massa de molécula é maior em comparação ao jy do C12. Isto acontece porque o Carbono (C) possui 12 unidades de massa atômica, sendo o padrão por ser o mais estável da tabela periódica.

Desta maneira, a massa molecular é determinada com a soma de todas as massas atômicas presentes nos átomos que compõem esta determinada molécula, permitindo que se conheça sua massa molecular.

Avogadro

A hipótese de Avogadro é a possibilidade de transformar os átomos em gramas, de maneira que seja muito mais fácil se trabalhar com esta substância, permitindo que seja assim muito melhor manuseada.

O Avogadro recebe esta nomenclatura devido ao trabalho de Amadeo Avogadro, químico italiano que viveu entre os anos de 1776 e 1856, o qual em 2011 propôs a explicação para a relação entre o número de moléculas gasosas e o volume ocupado por estas.

Clapeyron

A equação de Clapeyron é uma equação que estabelece a relação existente entre uma massa de um gás com as determinadas variáveis de estado gasoso. Isto é extremamente útil para diversos tipos de procedimentos estequiométricos.

Desta maneira, a equação de Clapeyron permite ainda que seja definido o volume ocupado pela massa gasosa observada, de maneira que se observem as diferentes condições que esta possa apresentar em determinadas circunstâncias, permitindo que estes gases sejam trabalhados de maneira mais efetiva na elaboração de substâncias químicas.