Resumo do livro A Cartomante: A história, os protagonistas e os filmes


O livro A Cartomante foi escrito no ano de 1884 por Machado de Assis, e a publicação original começou a circular na Gazeta de Notícias do Rio de Janeiro. Anos depois, a história foi incluída no livro Contos: uma Antologia e em Várias Histórias. Além disso, no ano de 1974 e trinta anos depois, em 2004, ganhou adaptações para o cinema.

Na versão produzida em 2004, dirigida por Pablo Uranga e Wagner de Assis, a história contada é um pouco diferente da original, sendo apenas baseada no conto A Cartomante. As filmagens foram realizadas entre os meses de março e abril do ano de 2002, e duraram aproximadamente quatro semanas. A história foi filmada na cidade do Rio de Janeiro. No elenco estão alguns atores importantes de novelas, como Deborah Secco e Luigi Baricelli.

livro A Cartomante

Machado de Assis é um dos grandes escritores brasileiros e serviu de inspiração para outros grandes nomes da literatura. Um exemplo desse prestígio está em Monteiro Lobato, que afirmava que os outros não chegavam nem a cintura de Machado.

O livro narra a história do casal Vilela e Rita, que mais tarde são envolvidos em um triangulo amoroso com Camilo, seu amigo de infância. Rita tem 30 anos e era casada com Vilela, um homem de 29 anos bem maduro e formado em advocacia. Camilo tem apenas 26 anos e é um ingênuo funcionário público. Outra personagem dessa história é a cartomante, que dá nome ao romance, uma italiana magra e morena, de 40 anos.

O conto é narrado por Machado de Assis em terceira pessoa. O desfecho não é nada feliz, e considerado bastante pessimista, já que acaba com a morte de dois dos personagens principais, assassinados por conta de um triangulo amoroso mal sucedido.

O conto acontece no ano de 1869 nas ruas do Rio de Janeiro. Inclusive, Machado de Assis cita alguns locais bem conhecidos de todos, como a Rua dos Barbonos e a Rua da Velha Guarda.

Sinopse

Rita e Vilela são casados. Vilela é um conceituado advogado e tempos depois, reencontra seu amigo de infância, Camilo, que contrata seus serviços com o objetivo de tratar os processos judiciais que envolvem o falecimento de sua mãe.

Tempos depois, Rita acaba se envolvendo em um triângulo amoroso, traindo seu marido Vilela com o amigo de infância, Camilo. Este, tentou ao máximo resistir aos encantos da moça graciosa e negar os seus desejos. De maneira misteriosa, alguém começa a enviar cartas anônimas para Camilo, chamando-o de adúltero. Camilo então passa a tomar mais cuidado e fica mais cauteloso em relação ao seu envolvimento com a mulher do amigo. Na carta, o amigo anônimo dizia que os amantes estavam prestes a serem descobertos. Camilo então passa a evitar Rita, que começa a pensar que o amado não a quer ou tem mais desejos por ela.

Por sua vez, Rita coloca em dúvida o amor que pensara sentir por Camilo e resolveu procurar uma cartomante. A cena principal para que se entenda a história A Cartomante e o desenrolar do triângulo amoroso, envolvendo os protagonistas do conto, acontece em uma sexta-feira do mês de novembro do ano de 1869. Em uma conversa bem aberta com a amante, Camilo pede para que ela pare de acreditar nas afirmações e nas previsões da cartomante. Observa-se, que em nenhum momento da história, o nome da cartomante, que dá título ao livro, é revelado. Essa é uma característica bem típica do autor, Machado de Assis. A mulher, a cartomante, era cheia de falsas predições e muito misteriosa. Sempre falava as coisas que as pessoas queriam ouvir, sendo considerada portanto uma mestre na arte da mentira descarada, enganando todos os personagens principais da história.

Certo tempo depois, Vilela envia uma carta ao amigo Camilo, pedindo para que eles se encontrassem em sua casa o mais rápido possível, mas não explica diretamente o motivo dessa visita.

Preocupado e temendo pelo pior, que o amigo tivesse descoberto a sua traição, Camilo decide procurar a cartomante, que o engana facilmente, assim como fez com Rita e tantos outros durante toda a sua vida. A cartomante garante a Camilo que seu futuro chega repleto de amor pleno. Então, ele cria coragem e vai ao encontro do amigo Vilela.

Quando chega à casa de Vilela, logo percebe que fez uma mal escolha indo ao encontro do amigo. Vilela está com um aspecto irreconhecível e a raiva transparece a sua face. Logo, Camilo vê ao fundo o corpo caído e sem vida de sua amante Rita, que havia sido morta pelo marido com um tiro. Sem reação, Camilo fica paralisado à frente de Vilela, que sem hesitar atira à queima roupa no próprio amigo.

Desde o começo quando escreveu a carta, Vilela esperava ansiosamente a chegada de Camilo, para vingar sua traição.