Resumo Fotografia


A fotografia é uma das formas de comunicação mais apreciadas pela sociedade. Para alguns, até mesmo, ela é considerada como uma forma de arte e de expressão. Seja como for, a fotografia passou por muitas mudanças e processos que aprimoraram esta prática desde o seu começo. No entanto, a sensibilidade do fotógrafo continua sendo o fator mais importante para que ele capture o momento perfeito e eternize em uma foto. Conheça abaixo a história da fotografia e mais algumas curiosidades desta atividade.

Resumo Fotografia

História e desenvolvimento

Podemos dizer que a definição técnica da fotografia é a captura de imagens por meio de exposição luminosa em uma superfície fotossensível. O primeiro registro que se tem conhecimento na história da fotografia é de Joseph Nicéphore Niépce, francês que capturou a primeira imagem no ano de 1826. Soma-se a isso o processo de evolução que ocorreu nos anos seguintes para que fosse possível criar fotos como nós conhecemos hoje em dia. A história diz que cientistas nos campos de química e física tiveram papéis muito importantes para o desenvolvimento da fotografia. Além do francês Joseph Nicéphore Niépce, outros nomes foram fundamentais no começo da história da fotografia, como Louis Jacques Mandé Daguerre, Hércules Florence, George Eastman, William Fox Talbot e Boris Kossoy.

Com o passar dos anos, no entanto, a essência da arte de fotografar não mudou muita coisa. Claro que, como todas as áreas, a fotografia sofreu mudanças devido, principalmente, aos avanços da tecnologia que presenciamos na era moderna. Isso fez, por exemplo, que as fotos tenham uma resolução maior, uma maior realidade de cores, além da sua qualidade final. Mas, deve-se ressaltar que os pioneiros na fotografia sempre buscaram que esta fosse uma forma de expressão acessível para todos, por isso, no começo da atividade e das impressões das fotos, os profissionais da área buscavam por materiais que eram mais duráveis e que tinham um custo mais baixo, além de acelerar o processo de revelação da foto.

Com a chegada da fotografia digital, muitos conceitos acabaram sendo alterados. Por exemplo, hoje as máquinas fotográficas estão cada vez menores e mais fáceis de manipular, sem perder, no entanto, a qualidade da fotografia. Voltando um pouco no tempo, porém, o desenvolvimento da foto colorida foi um processo difícil antes de ser bem sucedido. A primeira foto colorida saiu em 1907, mas, especialistas dizem que até hoje a escala de tons preto e branco ainda possui uma qualidade muito maior. De volta aos dias de hoje, o advento da internet foi um grande facilitador para as fotos, principalmente para o seu fluxo e para a sua popularização, já que, hoje, qualquer pessoa com um celular ou máquina simples pode tirar uma foto. Porém, nem sempre com a mesma qualidade de um profissional, tanto técnica quanto em qualidade.

Forma de expressão

A fotografia tem várias funcionalidades, já que ela é vista como o meio perfeito para a captura de uma imagem que congela o momento para a eternidade. Ela pode abranger nossa vida e cotidiano humano, registrando momentos que queremos guardar. O começo da história da fotografia via esta atividade como uma forma de registrar momentos históricos que deviam ser passados adiante. Assim, a fotografia ganhou muita força na área de comunicação, principalmente no jornalismo, ganhando até uma definição própria: o fotojornalismo.

O fotojornalismo tem um papel muito importante para a liberdade de expressão e para o processo de contar histórias por meio de reportagens e matérias, que se complementam com imagens emblemáticas. O registro de grandes pensadores, de grandes épocas da história, de guerras, de reuniões de países, esporte, cultura tudo foi registrado pelas lentes de grandes fotógrafos. Este trabalho contribui muito para o desenvolvimento da imprensa e da sociedade. Muitas fotos icônicas do fotojornalismo são conhecidas ao redor do mundo, seja por registrar um momento importante para a história mundial, como as imagens da 2ª Guerra Mundial e do Holocausto, seja por transmitir uma mensagem muito maior apenas do que a captura de um momento.

Apenas anos mais tarde é que a fotografia foi considerada uma forma de arte, embora, ainda hoje, existam discussões em torno desta opinião. Alguns críticos alegam que ela não pode ser considerada arte devido ao seu processo de produção ser simples. No entanto, esquecem que para que haja uma boa fotografia, o maior trabalho e habilidade são do fotógrafo. É por meio do seu olho e da sua sensibilidade que uma foto pode se tornar histórica.

A interpretação de fotógrafos é o que faz com que a realidade seja captada de forma peculiar. Se dois fotógrafos tirarem uma foto do pôr do sol no mesmo lugar, as fotos podem ser diferentes, dependendo da interpretação e da criação da fotografia que cada uma vai dar a imagem. Desta forma, podemos considerar que o profissional está se expressando artisticamente.