Resumo sobre o escritor Dante Alighieri


Neste resumo sobre Dante Alighieri, você aprenderá um pouco sobre a obra deste importante político, poeta e escritor italiano. Na verdade, não temos muitas informações a respeito da vida dele, nem sua data de nascimento pode ser considerada totalmente certa.

Resumo sobre o escritor Dante Alighieri

Porém, muitas pesquisas foram realizadas e estudiosos do mundo todo se debruçaram em pedaços de histórias e relatos até chegar a uma trajetória considerada muito próxima da realidade.

Quem foi Dante Alighieri?

Antes de falarmos o mais importante, que é sobre a obra deixada por ele, neste resumo sobre Dante Alighieri, vamos dar uma passada por sua vida.

Para descobrir quando havia nascido, os estudiosos levaram em consideração uma entrevista que tinha dado na qual dizia que ele tinha o signo de gêmeos. Portanto, acredita que a data de nascimento de Dante fica entre final de maio e meados de junho do ano de 1265 depois de Cristo.

Dante, na verdade um apelido para Durante, nasceu em uma importante família florentina, que era conhecida também pela alcunha de Alighieri, politicamente ativa e comprometida com a dos Guelfos, que tinha guerras e lutas ferrenhas com seus principais inimigos, os Gibelinos.

Sabe-se também que seu pai se chamava Alighiero di Bellincione e sua mãe Bella degli Abati. Ela morreu quando Dante era uma criança, com apenas 5 anos de idade. Seu pai teve um novo relacionamento com quem teve mais dois filhos.

Quando tinha apenas 12 anos, Dante se casou com Gema, um casamento que fora arranjado pelas próprias famílias. Diz a história que eles tiveram muitos filhos, e anos mais tarde surgiram muitas pessoas se dizendo filhos de Dante Alighieri, mas sem muita comprovação.

Não há registros sobre a educação de Dante Alighieri, mas acredita-se que tenha estudado em casa, como a maioria das pessoas de seu tempo. O que se sabe, com certeza, é que ele deve ter estudado a poesia toscana, cujas obras se tornaram referência para muitos de seus trabalhos.

Sabe-se também que Dante foi apaixonado por Beatriz Portinari, mas não há indícios de que tenha sido algo real. Quando ela faleceu, ele ficou muito triste e refugiou-se nos estudos da filosofia latina.

Dante Alighieri também participou da vida política e militar de seu tempo e combateu na Batalha de Compaldino, ao lado dos Florentinos, contra os de Arezzo.

Ele foi ainda médico, farmacêutico e liderou delegações políticas. Por este lado, acabou sendo condenado e exilado em Florença por dois anos e ainda foi obrigado a pagar uma altíssima multa em dinheiro.

Como não conseguiu pagar a multa, foi condenado ao exílio perpétuo e se fosse capturado teria a pena de execução, com seu corpo queimado ainda vivo.

Ainda agiu politicamente e mudou-se de cidade várias vezes, até quem em 1321, com apenas 56 anos, veio a falecer, provavelmente de cólera. Seu corpo foi sepultado na Igreja de San Pier Maggiore, que mais tarde teria seu nome trocado para Igreja de San Francisco. Em seu túmulo, encontram-se os versos de seu amigo Bernardo Canaccio.

Florença chegou a solicitar o envio de seus restos mortais e inclusive chegaram a construir-lhe uma nova sepultura, que permanece vazia.

Obras de Dante Alighieri

Sem dúvidas, a obra mais conhecida e mais emblemática desse artista é a Divina Comédia, na qual ele escreve a viagem de si mesmo pelo Inferno, Purgatório e finalmente pelo Paraíso.

Na história, ele é guiado por Virgílio, um poeta romano que representa a razão humana, pelo Inferno e Purgatório, mas quando chega ao Paraíso, é Beatriz, sua amada, quem o conduz pela mão, como um símbolo da graça divina.

Esta obra é cheia de metáforas e questões filosóficas muito profundas e contém sutilezas teológicas difíceis de serem compreendidas por um leitor contemporâneo que possua poucas referências daquela época.

O inferno é repleto de angústias e as paixões humanas se agitam em um ambiente ricamente descrito. O Purgatório é considerado a parte mais lírica e poética de toda a obra, e o Paraíso, cheio de visões míticas que segundo o próprio poeta, são quase impossíveis de descrever.

A Divina Comédia foi, sem dúvida, umas das obras que mais influenciaram a forma como toda a sociedade de uma época via o divino. Por isso, é também considerada como uma verdadeira síntese do pensamento da época Medieval, a chamada era das trevas.

Além da Divina Comédia, Dante Alighieri também deixou outras obras igualmente importantes. Entre as mais conhecidas, podemos citar:

    • Sobre a Língua Vultar
    • Vida Nova
    • As Rimas
    • O Convívio
    • Monarquia

O escritor Dante Alighieri é considerado para a cultura italiana, como Camões é para a literatura Portuguesa. É conhecido internacionalmente e respeitado pela sua forma exclusiva de escrever e representar o seu pensamento correspondendo perfeitamente ao imaginário da época em que ele viveu.