Características, Classificação e Função dos Órgãos Vegetativos dos Vegetais (Raiz, Caule e Folha)


Classificação e Função dos Órgãos Vegetativos

Os vegetais, assim como o corpo humano, também contém células e tecidos. Estes são divididos em Órgãos Vegetativos e Órgãos Reprodutivos, sendo organizados em raiz, caule, folhas, flores, frutos e sementes.
Vejamos quais são as características, classificação e função dos órgãos vegetativos dos vegetais (Raiz, Caule e Folha), e a sua importância na natureza.

Os Órgãos Vegetativos

Raiz

A Raiz é a parte da planta que fica localizada na parte subterrânea do solo. A principal função da raiz é extrair a água e nutrientes do solo para manter a vegetação viva. Estes nutrientes são levados até as folhas por meio de pequenos vasos (xilemas), que se localizam dentro do caule. As funções da raiz, são basicamente:

• Fixação ao substrato;
• Absorver a água;
• Absorver sais minerais;
• Armazenar nutrientes.

Caule

O caule é a estrutura que sustenta os vegetais. Ele é responsável junto com as folhas por realizar a fotossíntese eficientemente. Além disso, o caule tem por função sustentar e conectar as raízes à parte superior, também armazena e reserva substâncias e energia para nutrir a planta. As estruturas do caule compreendem:

• Os nós;
• Os entrenós;
• Epiderme;
• Zona cortical;
• Cilindro central;
• Gemas apicais, que são localizadas na ponta do caule;
• Gemas laterais, que são responsáveis por fazer brotar novos ramos, folhas e também flores.

Outras características do caule, além de realizar a fotossíntese e ter a função de armazenagem, eles podem se enrolar em outro vegetal ou proteger uma planta por meio da formação de espinhos.

Folhas

As folhas são a principal parte da vegetação a realizar a fotossíntese e as trocas de gases. Elas existem em variados formatos e tamanhos, e isto é determinante pela variação do local onde o vegetal está plantado, bem como pela quantidade de água ou exposição ao sol que recebe.

As folhas também tem por características a respiração e a transpiração, que são realizadas pelos estômatos, que são como minúsculas portas que permitem a entrada e saída de água e ar. Durante o dia, há através das folhas, a captação do gás carbônico, um elemento-chave na fotossíntese, bem como a captação de oxigênio.

O orvalho nada mais é do que a transpiração da folha, que libera água que ficou acumulada durante o dia e que é evaporada, formando gotículas à noite.

Os Órgãos Reprodutivos

Flores

As flores tem como característica principal, a reprodução. Os órgãos reprodutivos são formados pelo receptáculo e o pedicelo, que é a haste da flor. São encontrados no receptáculo, duas estruturas: o androceu, que é o órgão reprodutor masculino, composto por estames que produzem o pólen, e o gineceu, o órgão reprodutor feminino, que contém folhas modificadas chamados carpelos, que são equivalentes ao ovário feminino.

Há as pétalas, que formam o conjunto colorido das flores, estas são responsáveis por atrair polinizadores.

Frutos

O fruto é o ovário após fertilizado. No seu interior, abriga a semente. Sua função principal é proteger e conservar as sementes, garantindo o seu desenvolvimento.

Sementes

A semente é o óvulo após ter sido fertilizado. É composto pelo embrião e tecidos conhecidos como endosperma e perisperma. Este embrião possui estruturas que darão vida ao novo vegetal.