Características e Classificação de Alguns dos Filos dos Protozoários


Classificação de Alguns dos Filos dos Protozoários

Os protozoários são seres vivos unicelulares, eucariontes (que possuem carioteca, a membrana celular que separa citoplasma do núcleo celular) e heterotróficos (não são capazes de produzir o próprio alimento). Do ponto de vista fisiológico, são considerados organismos completos, pois conseguem realizar todas as funções vitais necessárias à multiplicação e sobrevivência.

Entre os protozoários existem espécies de vida livre e parasitas, sendo que muitas destas causam doenças aos seres humanos. As mais conhecidas são leishmaniose (tegumentar e visceral), amebíase, toxoplasmose, malária e doença de Chagas.

Método de classificação

Um dos critérios mais utilizados para a classificação dos protozoários é o seu modo de locomoção em meio aquático. Dessa maneira, dentro do reino Protista, existem alguns filos que se destacam.

Filos mais importantes

– Rhizopoda

São protozoários que se movem por meio de estruturas chamadas pseudópodes (falsos pés), sendo as amebas os representantes mais conhecidos. É um filo com espécies de características diversas: muitas delas vivem em ambientes aquáticos de maneira livre, outras vivem dentro de outros organismos sem causar qualquer problema, e as parasitas se alojam dentro de outros seres e provocam danos.

– Actinopoda

Fazem parte dela os radiolários (que vivem exclusivamente no mar) e os heliozoários (cuja maioria habita a água doce), organismos que apresentam pseudópodes afilados (axópodes). Eles se sustentam sobre um eixo central e projetam essas estruturas radiais para se locomover.

– Zoomastigophora

São protozoários que se locomovem por meio de flagelos, mas utilizam essa estrutura também para capturar alimentos. Fazem parte espécies de diversas características: vida livre, que vivem dentro de outros seres em associação mutualística e de maneira parasitária.

– Cilliophora

As espécies que compõem este filo apresentam cílios pelo menos em um estágio de seu desenvolvimento. Possuem uma estrutura mais complexa, como dois núcleos (micronúcleo e macronúcleo) e vacúolos pulsáteis, que eliminam o excesso de água da célula.

– Foraminifera

Os protozoários desse filo possuem uma carapaça externa, constituída por carbonato de cálcio, quitina ou até fragmentos de cálcio ou sílica, por onde saem seus pseudópodes. A maioria das espécies é marinha e vive em associação com plânctons.