Características Gerais do Filo Cordados e Classe dos Peixes Cartilaginosos


Características Gerais do Filo Cordados

O filo dos cordados é caracterizado pelas espécies animais que possuem notocorda pelo menos na fase embrionária. A notocorda é uma estrutura celular de sustentação flexível localizada na parte dorsal.

Dentro do filo estão mais de 50 mil espécies. Neste universo estão incluídos todos os vertebrados, como os mamíferos, peixes, anfíbios, aves e répteis e alguns invertebrados marinhos.

Outras características dos Cordados
Além da presença da notocorda em pelo menos um estágio da evolução, existem características gerais do filo cordado. Apesar da diferença entre um lagarto e um ser humano, existem condições que os igualam no sentido filogenético:

– Simetria bilateral;
– Sistema digestivo completo;
– Tubo nervoso dorsal;
Respiração pela cútis (pele), brânquias ou pulmão;
sistema circulatório fechado;
– excreção feita pelos rins;
– cauda pós-anal (em pelo menos uma fase evolutiva);
– três tipos de tecido (ectoderme, mesoderme e endoderme).

Subfilos
Dentro do filo dos cordados existem três subfilos:

Urocordados: são animais marinhos, sésseis (a maioria), que se alimentam de plâncton. Exemplo: ascidias.

Cefalocordados: animais marinhos de corpo delgado, parecido com peixes. Eles não possuem escamas e vivem ou semi-enterrados nas areias profundas das águas ou nadando. Exemplo: anfioxo

Vertebrata: são compostos em sua maioria por espécies vertebradas, possuindo um endoesqueleto que protege o sistema nervoso central. A diversidade no subfilo é grande, indo de peixes como tubarões até mamíferos como cães.

Os peixes cartilaginosos
Dentro do filo dos cordados e do subfilo dos vertebratas está a classe dos condríctios, também chamados de peixes cartilaginosos. Eles são os vertebrados vivos mais antigos do Planeta Terra.

Entre outras características, eles vivem, em geral, nos oceanos; possuem um esqueleto de cartilagem; fendas branquiais para respirar; um clásper (órgão para copulação) e órgãos sensoriais bem desenvolvidos.

Entre as milhares de espécies que compõem a classe estão os tubarões branco, tubarões azul, raias e quimeras.