Características, Reprodução e Classificação do Filo Molusco


Filo Mollusca – animais de corpo mole

Do latim mollis, mole, os moluscos representam o segundo filo do reino animal em número de espécies, podendo ou não apresentar uma concha protetora de seu corpo, o qual tem consistência macia. A maioria é aquática, de água salgada, mas há também espécies de água doce ou terrestres. Os moluscos mais conhecidos são lesmas, caramujos, ostras, mexilhões, polvos e lulas.

Classificação do Filo Molusco

São animais triblásticos, protostômios e celomados esquizocélicos. Embora se apresentem com enorme variedade de formas e cores, é possível identificar a presença de três partes básicas: cabeça, pé e massa visceral. Em alguns grupos, o desenvolvimento dessas partes pode ser maior ou menor.

Na massa visceral, encontram-se as vísceras, ou seja, os órgãos internos, como intestino, glândulas, etc. Ela é recoberta por uma dobra ou prega de pele musculosa denominada manto que, além de oferecer proteção, é responsável pela formação da concha, que funciona como exoesqueleto. Os músculos são bem desenvolvidos. Nos bivalves, a forte musculatura se prende às valvas, permitindo a abertura e o fechamento da concha. Já nos cefalópodes, a musculatura possibilita movimentos rápidos, vigorosos e precisos.

CLASSIFICAÇÃO DOS MOLUSCOS

Classe Características gerais
Aplacophora Não têm concha, são pequenos (até 2,5 cm), têm corpo vermiforme e vivem em grandes profun­didades nos mares. Exemplo: Chaetoderma canadensis.

Monoplacophora Apresentam concha em forma de placa, que recobre o corpo todo. Vivem nos mares em profun­didades de 2 500 a 6 500 m. Exemplo: Neopilina galathea.

Polyplacophora Apresentam concha formada por oito placas encaixadas sobre o dorso, são pequenos (poucos centímetros), exclusivamente marinhos e rastejantes, graças ao pé bem desenvolvido. Exemplo: Chiton.

Scaphopoda A concha, oca e aberta nas extremidades, lembra o formato de uma presa de elefante. São mari­nhos e vivem enterrados na areia da praia, sendo exímios escavadores. Exemplo: Dentalium.

Bivalvia ou Pelecypoda Apresentam concha formada por duas valvas articuladas. São muito numerosos e a maioria dos elementos do grupo não apresenta cabeça. Exemplo: Osírea, Teredo, Pecten (vieira).

Gastropoda Única classe que se apresenta nos três tipos de ambiente. Podem ter uma concha, espiralada ou reduzida, e há espécies destituídas dela. O pé é bem desenvolvido. Exemplo: Helix (caracol-de-jardim) e lesmas.

Cephalopoda Alguns têm concha interna e outros, externa e espiralada, dividida em câmaras. São marinhos e apresentam o pé bem desenvolvido, dividido em tentáculos fortes, dotados de ventosas. Muitos apresentam cromatóforos que lhes permitem mudar de cor. Exemplos: polvos, lulas e sépias.

Reprodução nos moluscos

Nos bivalves, as espécies são dióicas, a fecundação é externa e o desenvolvimento, indireto, com formação de uma larva denominada véliger. Os gastrópodes são monóicos (a maioria) e realizam fecundação cruzada. Apresentam uma glândula herma­frodita chamada ovoteste. A fecundação pode ser inter­na ou externa, e o desenvolvimento é direto nos terres­tres e indireto nos aquáticos. Estes apresentam duas for­mas larvais: trocófora e véliger.
A reprodução nos cefalópodes é sexuada e as espé­cies são dióicas, apresentando fecundação interna e de­senvolvimento direto.