Conceitos e Definições da Genetica Básica


Definições da Genetica Básica

A genética, segundo os especialistas, é a ciência que estuda a transmissão das características hereditárias ao longo da existência das espécies. Foi Gregor Mental, em 1986, que criou duas leis que servem até hoje para os estudos nessa área. Ele é considerado o pai da genética, pois seus experimentos trouxeram um enorme avanço para esse campo de conhecimento. Conheça, a seguir, as principais definições e conceitos da genética básica!

DNA

O ácido desoxirribonucleico, mais conhecido pela sigla DNA, é um composto orgânico que possui moléculas com instruções genéticas que colaboram para a coordenação e desenvolvimento de todos os seres vivos, tanto os seres racionais como irracionais, bem como os vírus. O DNA é, em outras palavras, uma molécula que está presente no núcleo das células de todos os seres, carregando informações genéticas.

Gene

O gene é um elemento que faz parte de uma molécula de DNA. Ele é responsável por carregar as principais características herdadas por um ser vivo. Estima-se que cada célula humana possua em torno de 25 mil genes.

Cromossomo

Já o cromossomo é definido como sendo uma longa sequência de DNA, que contém milhares de genes, e outros elementos com funções específicas nas células que compõem o organismo dos seres vivos. Os especialistas afirmam que o cromossomo está intimamente ligado à definição do sexo, bem como a herança genética herdada.

Genótipo e Fenótipo

O genótipo e o fenótipo são dois conceitos essenciais no estudo da genética. O fenótipo está relacionado com as características fisiológicas, morfológicas e externas do indivíduo, ou seja, é o elemento que determina a aparência do ser vivo (a sua aparência física, como formato de rosto, nariz, olhos, boca etc.). O genótipo, por sua vez, está associado às características internas. Em outras palavras, aos genes herdados dos pais. É, portanto, uma característica fixa do organismo do individuo.