Núcleo Celular e Cromossomos: Importância, Estrutura e Componentes


nucleo-celular-e-cromossomos-importancia-estrutura-e-componentes

Localizado em todas as células eucariontes, o núcleo armazena os cromossomos, que por sua vez contêm os genes. É o núcleo das células eucariontes que controla todo o metabolismo celular, produzindo as proteínas que as células necessitam.

E qual é a importância do núcleo?

É ele quem cuida da ingestão, digestão, motilidade, excreção e catabolismo de todas as células do corpo. Ele é o responsável, por assim dizer, pela síntese proteica, sem a qual não sobreviveríamos.

E qual é a estrutura do núcleo?

Conforme a sua divisão, os aspectos de um núcleo podem ser variados. O núcleo possui, no entanto, quatro partes principais: a carioteca, também chamada de envelope nuclear; nucleoplasma ou cariolinfa; nucléolo; e cromatina.

A carioteca é formada por duas membranas que envolvem o núcleo. A primeira, chamada de lipoprotéica, forma poros nucleares em determinados pontos. A segunda apresenta ribossomos aderidos à superfície do núcleo.

O nucleoplasma, ou cariolinfa, é uma substância aquosa que envolve a cromatina e o nucléolo. É onde se localizam diversos tipos de íons, moléculas de ATP, nucleotídeos e enzimas. É nesta substância que acontece a formação de ribossomos, bem como os processos de replicação e transcrição de DNA.

Já os nucléolos são corpos arredondados mergulhados no nucleoplasma e constituídos por ribossomos. Estes são formados pelos cromossomos aos quais ficam associados.

Cromatina: um conjunto de cromossomos desespiralizados localizados no núcleo. Pode ser classificada ainda em heterocromatina (quando muda de cor facilmente) ou eucromatina (quando a cor se mantém mais estável). É onde ficam localizados os genes celulares.

FORMAÇÃO DOS CROMOSSOMOS

Cada cromossomo possui uma estrutura básica igual. São compostos de apenas um filamento de DNA, que é dobrado e replicado várias vezes a partir dele mesmo. Esta molécula de DNA se enrola em momentos variados, sobre proteínas globulares, formando os nucleossomos.

Classificação dos cromossomos

Conforme o tamanho dos braços e a posição do centrômero, os cromossomos podem ainda se classificar em telocêntrico, acrocêntrico, submetacêntrico e metacêntrico.