Protozoários: Classes e Filos; Malária: Contaminação, Transmissão e Sintomas


Protozoários: Classes e Filos

Os protozoários são organismos unicelulares, eucarióticos (apresentam membrana nuclear individualizada e diversas organelas) e que possuem nutrição heterotrófica (não produzem o próprio alimento).

Esses seres vivos apresentam reprodução assexuada com divisão binária. No entanto, algumas espécies possuem método de reprodução sexuada, em que ocorre a fusão desses organismos, a formação de zigoto e a divisão.

A grande maioria dos protozoários apresenta vida livre e vive em ambientes com presença de umidade ou aquáticos. Enquanto alguns se associam para sobreviver (mutualismo), outros tipos parasitam seres vivos como forma de obter alimento.

1 Classes e Filos

A classificação dos protozoários é feita de acordo com o aparelho de locomoção presente em cada um deles. Desse modo, destacam-se os seguintes filos:

– Filo Rhizopoda: refere-se aos protozoários que se locomovem por pseudópodes.

– Filo Actinopoda: pertencem a ele protozoários que se locomovem por pseudópodes com estrutura afilada.

– Filo Ciliophora: refere-se aos protozoários ciliados, ou seja, que utilizam cílios para locomoção.

– Filo Zoomastigophora: são os protozoários que apresentam flagelos como estrutura locomotora.

– Filo Aplicomplexa: esses protozoários não possuem meios de locomoção.

2 Malária

A malária é uma doença causada por protozoários do gênero Plasmodium. No Brasil, a maioria dos casos de malária se concentra nas regiões Norte (principalmente na área da Amazônia) e em parte da região Nordeste.

– Contaminação

A malária não é uma doença contagiosa – uma pessoa doente não é capaz de transmitir a doença diretamente para outras. A transmissão só é possível por meio de um vetor (no caso, o mosquito).

– Transmissão

A doença é transmitida por meio da picada da fêmea do mosquito Anopheles e que esteja infectada pelo Plasmodium. Estes mosquitos aparecem com mais frequência no final da tarde e no começo da manhã, mas suas picadas são mais recorrentes no período noturno.

– Sintomas

Os sintomas mais comuns da malária são febre alta, dor de cabeça, calafrios, tremores e sudorese. Em muitos casos, a pessoa com a doença pode sentir também, antes dos sinais mais recorrentes, náuseas, vômitos, muito cansaço e falta de apetite.