Reinos Vírus e Monera: Características e Informações Primordiais


Reinos Vírus e Monera

Os vírus, que compõem o reino de mesmo nome são basicamente estruturas proteicas que envolvem uma pequena quantidade de material genético em seu interior. De maneira geral, os vírus apresentam um tamanho que pode variar entre apenas 17 e 300 nanômetros, de forma que podem ser vistos apenas com o auxílio de microscópios.

Em geral, os vírus buscam sempre se alojar em organismos vivos nos quais podem causar infecções que propiciam sua reprodução, que acontece apenas com a invasão e a consequente possessão do controle das maquinarias de reprodução celular presentes nestes organismos que são infectados pelos vírus.

É importante ressaltar que o termo vírus é referente somente a estas partículas proteicas que causam a infecção de eucariontes. Quando a infecção acontece em procariontes, a denominação correta passa a ser bacteriófago ou fago, de maneira que possam ser distintas estas condições infecciosas, não se confundindo com os vírus.

Reino Monera

O reino monera é aquele reino que apresenta a reunião de bactérias e cianobactérias, seres bastante simples e unicelulares. Assim, este reino não apresenta nenhum tipo de componente pluricelular, embora seja bastante comum que haja uma reunião de bactérias que podem formar filamentos, chamados também de colônias de células.

Entre as bactérias, é possível que se encontre diferentes tipos, como as autótrofas ou heterótrofas. As bactérias autótrofas são aquelas que podem realizar fotossíntese ou quimiossíntese, se sustentando sozinhas, enquanto as heterótrofas necessitam do parasitismo para sua sustentação.

É possível encontrar os componentes do reino monera em todos os tipos de superfícies, tanto no ar, quanto na água ou na terra, embora seja muito mais comum encontrá-las na terra, onde possuem um papel muito importante, sendo responsáveis pela decomposição de materiais orgânicos. É possível ainda que sejam encontradas em animais, nos quais podem apresentar quadros de parasitismo ou mutualismo, que geram benefícios a seus hospedeiros.