Reproduções Assexuada (Agâmica) e Sexuada (Gâmica): Tipos e Características


Reproduções Assexuada

A reprodução é a principal característica dos seres vivos, uma vez que é por meio dela que é possível deixar descendentes e garantir a continuidade das mais diferentes espécies. Dessa maneira, é um processo que ocorre com todo e qualquer ser vivo.
Ocorre por meio do sistema reprodutor, que varia em sua fisiologia de acordo com a espécie, e pode ocorrer de duas principais maneiras: assexuada ou sexuada. Na sequência, cada um desses tipos de reprodução e suas características serão vistos com mais detalhes.

Reprodução assexuada
Conhecida como reprodução agâmica, não é necessário que haja a fusão de dois organismos (gameta) para que um novo ser vivo seja gerado.
Justamente por isso, trata-se de um processo rápido e relativamente simples, no qual há a geração de um grande número de indivíduos geneticamente idênticos, uma vez que são originados a partir de um único ser vivo.
Apesar de ser um método de reprodução bastante efetivo, a reprodução agâmica faz com que qualquer modificação ambiental compromete toda uma população de organismos, já que se algum deles não se adaptar às novas condições, todos os outros também não serão capazes, por serem idênticos.
Dentre os diferentes tipos de reprodução assexuada estão:
-Cissiparidade: na qual ocorre a divisão binária das células do organismo;
-Partenogênese: desenvolvimento a partir de gametas não fecundados;
-Brotamento: broto que se desprende do produtor e se desenvolve de maneira autônoma;
-Esporulação: produção de células diplóides chamadas de esporos;
-Fragmentação: fracionamento de um organismo com potencial de regeneração.

Reprodução sexuada
Chamada de gâmica, sua principal característica consiste no fato de haver a formação de um indivíduo por meio de dois gametas.
Isso faz com que os novos organismos tenham variedade genética, o que por sua vez significa que são menos susceptíveis a mudanças no ambiente por ser capazes de se adaptarem.
A reprodução gâmica é classificada quanto ao sexo, fecundação e desenvolvimento. Dessa maneira, pode ser classificada em:
-Interna ou externa (fecundação);
-Direta ou indireta (desenvolvimento);
-Interno ou externo (desenvolvimento);
-Monóico ou dióico (sexo).