Resumo Evolução do Homem


A área de pesquisa relacionada à origem humana chama-se Antropologia, a ciência que estuda o ser humano por meio de fósseis pré-históricos, aspectos físicos e etapas pelas quais passou. Dessa forma as conclusões, ou seja, as teorias desses ramos demonstram a evolução do homem primitivo na Terra.

Resumo evolução do homem

Segundo esses estudos o ser humano surge próximo da Etiópia, na África ou na Ásia Central. De lá teria migrado para Ásia, Europa e África, rumando depois para as Américas. Isso ocorreu em, mais ou menos, 3,5 bilhões de anos.

Os chamados hominídeos eram do gênero Australopithecus e eram diferentes dos outros primatas, pois tinham a postura ereta, eram bípedes, arcada semelhante a da espécie humana de hoje. Eles desapareceram em pouco tempo e tinham os símios como parentes mais próximos com o ancestral comum chamado ramapithecus. As pesquisas na busca da origem humana possui uma lacuna entre o período em que os ancestrais se afastaram dos símios, dando a esse espaço o nome de Elo perdido.

De acordo com os estudos o Homo habilis e o Homo erectus vieram depois do Australopithecus, o primeiro a 2,4 milhões de anos e o segundo 1,8 milhões de anos. O maxilar ela mais consistente e os dentes mais largos. A caixa craniana tinha porte maior e a postura mais ereta. Eles moravam na África e Ásia, em países como China, Java, Etiópia e Tanzânia.

Depois dessas duas escalas evolutivas ocorre o surgimento do Homo sapiens, descendente do Homo neanderthalensis. Ele viveu entre 230 e 30 mil anos atrás. Nessa escala de evolução o homem já usava armas e utensílios mais sofisticados e faziam rituais funerários simples. Segundo estudos eles teriam vivido junto do Homo sapiens moderno.

O Homo sapiens moderno se espalhou por outras regiões do mundo em um espaço de tempo curto, comparado à escala evolutiva como um todo. A partir dos ensinamentos dos antepassados, eles conseguiram desenvolver linguagem, construir diversos instrumentos, bem como dominar o fogo.

As organizações sociais se tornam, aos poucos, mais intensas e complexas chegando ao longo período Paleolítico que encerra em 800 a.C. Em seguida entra em cena o Período Neolítico e a Idade dos Metais, finda 5000 a.C, até o surgimento da escrita quando a pré-história acaba.

Teoria do Evolucionismo

“A origem das espécies”, de Charles Darwin, publicada em 1989, explora a evolução de diversos animais bem como do homem. Segundo ele os homens provêm dos primatas e as modificações acontecem por conta da alimentação e clima. Elas acontecem por milhões de anos, enquanto os homens percorriam caminhos e sobreviviam ao desconhecido.

Eram nômades e andavam em bandos coletando frutos e raízes, bem como sobrevivendo da caça, natureza e em convívio comunitário. Com a experiência compreenderam os processos de fabricação dos alimentos e também a domesticar os animais.

Nesse processo o homem começou a descobriu o fogo, uma das descobertas que mais gerou mudanças contra o frio, defesa de animais predadores, preparo de alimento e também na caça. Por conta disso e de outros aprendizados o homem deixa de ser nômade e se torna sedentário. Aprendem a semear e ocupam os espaços por mais tempo.

O cérebro também aumenta de tamanho, afinal amplia-se a capacidade de raciocínio. A pedra é lapidada para criar instrumentos, atividade que exigia níveis de imaginação, concentração e habilidades motoras avançadas.

Um pouco sobre os antepassados

Conheça um pouco mais sobre as características dos seres que deram origem aos humanos:

• Australopithecus
4,2-1,0 milhões de anos – caminhavam eretos, mas não por muito tempo. A altura máxima era de 1,5. O cérebro era pequeno e a mandíbula grande. Comiam frutos, raízes e sementes. Habitavam a África, savana ou bosques abertos.

• Homo Habilis
1,9-1,8 milhão de anos – caminhavam eretos, tinham o cérebro um pouco maior que os antepassados. Ainda possuíam mandíbulas grandes em comparação com o cérebro. Eram carnívoros e habitavam a savana africana. Já iniciavam o processo de fabricação de ferramentas rudimentares.

• Homo erectus
1,8 milhão de anos – 300 mil anos – postura ereta natural, tinham cérebros maiores e mandíbula um pouco menor. Habitou zonas quentes e frias. Foi o primeiro da escala evolutiva a dominar o fogo e usar ferramentas mais elaboradas.

• Homem de Neanderthal
150 mil – 30 mil anos – semelhantes ao ser humano de hoje. O cérebro era um pouco maior que o antecessor e a mandíbula mais forte. A alimentação era principalmente de carne. Ele viveu nas zonas frias, inclusive na tundra. Faziam o enterro das pessoas que morriam.

• Homo Sapiens
100 mil – é o ser humano atual, onívoro e com habitat terrestres. Foi o primeiro a realizar manifestações artísticas.

• Homem de Cro-magnon
70 mil anos – é o segundo ramo do Homo Sapiens, capaz de criar inúmeros instrumentos, além de cozinhar. Faziam as pinturas rupestres, esculturas de arpões, faziam anzóis e agulhas de ossos. Também pescavam e caçavam.