Resumo das Regras do Futsal


Regras do futsal: Embora seja muito semelhante ao futebol praticado no campo, o futebol de salão, mais conhecido como futsal, reserva várias peculiaridades muitas vezes não notadas por quem o pratica e, principalmente, por quem apenas o acompanha. Portanto, é importante estar atento às constantes mudanças das regras e, acima de tudo, assimilá-las – de forma a praticar o esporte apegado a todas as regras e normas dispostas nos livros de federações associadas a este esporte. Uma das recomendações é sempre ter em mãos um resumo das regras do futsal.

A dimensão da quadra, o número de jogadores, o tempo destinado a partida e determinas ações de punições especificas são algumas das diferenças mais emblemáticas no que se refere a comparação com o futebol de campo. Reiterando, um resumo das regras do futsal se faz necessário.

Regras do Futsal

Um detalhe interessante sobre o futsal é o de que, assim como outros esportes, ele sofreu várias transformações ao longo do tempo que o ajudaram a alcançar um patamar de destaque perante os seus praticantes e a sociedade em geral. Abaixo, confira um pequeno resumo das regras do futsal.

• Futsal – A Quadra de Jogo

Assim como no futebol de campo, a quadra de jogo idealizada para o jogo de futsal deve ter uma forma retangular. Enquanto que o comprimento desta quadra deverá medir de 25 a 42 metros, respeitando as normas impostas. A largura da quadra, por sua vez, deverá medir de 15 a 22 metros no máximo.

Já em competições internacionais, as medidas adotadas deverão ser as seguintes: o comprimento deverá medir entre 38 e 42, enquanto que a largura da quadra deverá estar na casa de 18 a 22 metros.

Outra atribuição referente a quadra de jogo para o futsal sugere que as linhas de marcação do plano de jogo sejam bastante visíveis e com a largura de 8 centímetros.

• Futsal – A Bola

A primeira regra que tange a bola em si é a de que ela só pode alterada durante uma partida sob a averiguação do árbitro da partida.

Quanto a saída de jogo, o jogador encarregado de dar o pontapé inicial deve dar um passe em direção ao lado contrário da quadra. Os adversários devem permanecer a 3 metros da bola de jogo – e não podem invadir o lado oposto da quadra até a bola ser tocada.

A bola é considerada fora do jogo nos instantes em que a ultrapassa a linha de fundo, as linhas laterais ou quando tocar o teto da quadra.

Quanto ao goleiro, a ideia é executar o arremesso quando a bola ultrapassar a sua linha de fundo. Tem quatro segundos para isso.

• Futsal – Jogadores e Substituições

O número de jogadores indicado para ambas as equipes na quadra é o de cinco jogadores – sendo um deles obrigatoriamente o goleiro. Além disso, o banco de reservas deverá ser composto por, no máximo, sete jogadores suplentes.

Uma característica bastante peculiar do futebol de salão refere-se a questão de substituições (alterações de jogadores) na quadra. Acontece que essas trocas de atletas são indeterminadas, não havendo nenhum tipo de limite de alterações. Outro idiossincrasia é a de que o jogo não precisa ser paralisado para que a mudança seja efetivada. Apenas a mudança do goleiro precisa ser previamente indicada ao árbitro da partida.

As alterações obrigatoriamente deverão ser realizadas numa região corresponde e próxima ao banco de reservas – o que impede que o atleta entre pela linha de fundo, por exemplo.

• Futsal – Uniformes

O traje dos atletas, bem como acontece no futebol de campo, deverá ser o seguinte: camisa (manga curta ou comprida), calção, meia de cano longo e chuteira. Outro elemento obrigatório é a caneleira – que deverá estar coberta pelo meião. Além disto, o capitão deverá utilizar uma faixa no braço que o identifique o líder da equipe. O goleiro, obrigatoriamente, deverá usar uma camisa de cor diferente da dos demais jogadores. E ainda há a prerrogativa de usar uma calça, caso seja a sua preferência.

O árbitro deverá seguir o mesmo padrão, com a indicação de que use uma camisa de cor diferente das camisas das equipes. Isto fica a cargo da confederação. Na camisa, deverá haver o distintivo da entidade pela qual atua.

• Futsal – Diferentes Funções

O árbitro da partida deverá ser o grande intermediador da partida. Deve dominar todas as normas, funcionando como um fator dissonância do resumo das regras do futsal para que os atletas compreendam o andamento da partida. Já o árbitro auxiliar possui a incumbência de dar suporte ao árbitro principal da partida tendo a permissão de, por exemplo, sinalizar algum tipo de infração no jogo.

O cronometrista, por sua vez, terá a função de analisar o andamento do jogo e de controlar, por exemplo, os dois minutos recomendados para a expulsão de um jogador. Enquanto que o anotador terá a função de controlar todas as infrações, gols e demais atribuições que cercam a sua função no jogo.