Construtivismo


Construtivismo

O construtivismo é, antes de tudo, uma teoria da aprendizagem baseada na ideia de que o conhecimento é construído pelo conhecedor com base em seus processos mentais. Ou seja, os alunos são considerados organismos ativos em busca de significado.

O construtivismo baseia-se na premissa de que, refletindo sobre nossas experiências, construímos conscientemente nosso próprio entendimento do mundo em que vivemos. Cada um de nós gera as próprias “regras” e “modelos mentais”, que usamos para dar sentido às nossas experiências.

Principais fundamentos do construtivismo

Aprender é simplesmente o processo de ajustar nossos modelos mentais para acomodar novas experiências. As construções de significado podem inicialmente ter pouca relação com a realidade, mas se tornarão cada vez mais complexas, diferenciadas e realistas com o passar do tempo.

Os principais conceitos do construtivismo podem ser resumidos a seguir:

• O conhecimento é construído, não transmitido.
• O conhecimento prévio afeta o processo de aprendizagem.
• O entendimento inicial é local, não global.
• Construir estruturas de conhecimento úteis requer atividade esforçada e proposital.

Como o construtivismo afeta a aprendizagem

A teoria da aprendizagem construtivista não implica necessariamente que se deva seguir uma estratégia pedagógica “construtivista”. Em outras palavras, a maioria das pesquisas acredita que o conhecimento é construído, mas algumas não adotam um design instrucional que é rotulado de “construtivista”.

Normalmente, uma estratégia de ensino construtivista baseia-se na crença de que os alunos aprendem melhor quando adquirem conhecimento por meio da exploração e do aprendizado ativo. Materiais práticos são usados em vez de livros didáticos, e os alunos são encorajados a pensar e explicar seu raciocínio em vez de memorizar e recitar fatos. A educação é centrada em temas e conceitos e as conexões entre eles, ao invés de informações isoladas.

Sistemas de ensino

Sob a teoria do construtivismo, os educadores se concentram em fazer conexões entre os fatos e promover uma nova compreensão nos estudantes. Os instrutores adaptam suas estratégias de ensino às respostas dos alunos e incentivam os alunos a analisar, interpretar e prever informações. Os professores também dependem muito de perguntas abertas e promovem um amplo diálogo entre os alunos.

Avaliação

O construtivismo exige a eliminação de notas e testes padronizados. Em vez disso, a avaliação é parte do processo de aprendizagem, de modo que os alunos desempenhem um papel maior ao julgar seu próprio progresso.