Reações de Dupla Troca e Polaridade de Moléculas


Reações de Dupla Troca

Reações de dupla troca acontecem quando duas substâncias ao reagirem entre si formam um novo composto. Nesse processo, há a troca de cátions ou ânions entre essas substâncias. Mas como saber justificar se uma dupla troca é possível? Temos três meios que facilitam a compreensão de que a dupla troca acontecerá, são eles:

-Forma um produto mais fraco: Na dupla troca, no momento em que essas reações acontecem, temos o resultado em um composto final que é um produto mais fraco do que o primário.

-Forma um produto mais volátil: As reações de dupla troca acontecem entre substâncias de forma que o produto final possua uma alta pressão de vapor. O reagente sai do seu estado inicial e se transforma em um produto volátil, onde essa troca não acontece de forma contrária (volátil para reagente).

-Forma um produto insolúvel: A dupla troca acontece, também, onde um reagente se transforma em um produto insolúvel que se deposita no fundo do recipiente após o processo.

Polaridade de Moléculas:

As moléculas possuem polaridades que podem ser identificadas de acordo com a distribuição de elétrons em volta dos seus átomos. A estrutura das distribuições simétricas determinarão a molécula como apolar. Distribuições assimétricas determinarão a molécula como apolar, onde um de seus polos terá maior densidade eletrônica. Nesse acontecimento é possível que se visualize a geometria molecular dos elementos que permitirá identificar sua polaridade.

Para uma explicação melhorada, podemos dizer que quando um pólo negativo de uma molécula se atrai por um pólo positivo de outra molécula, a temos uma molécula polar. Se essas moléculas não se orientarem nesse campo, elas serão apolares.

Saiba, nesse artigo, como acontecem as reações de dupla troca e a polaridade das moléculas e compreenda a importância da distribuição dos elétrons nas camadas dos átomos para a identificação das polaridades moleculares.