Resumo sobre o filósofo Platão


Platão foi um filósofo e matemático que viveu na Grécia Antiga, durante o período clássico. Nesse resumo sobre Platão você vai saber mais a respeito de sua vida, pensamentos, obras e contribuições para a sociedade e a filosofia. Veja a seguir, um breve resumo sobre os principais pontos da vida e do trabalho de Platão:

Resumo sobre o filósofo Platão

• Nasceu em Atenas, não se sabe ao certo a data de seu nascimento, mas, devido a análises de textos que deixou, é quase certo de que nasceu no ano de 428 ou 427 a.C.; e morreu aos 80 anos, em 347 ou 348 a.C.;

• Foi apelidado de Platão, que significa “ombros largos”, mas seu nome era Arístocles;

• É um dos maiores pensadores ocidentais e da filosofia;

• Filho de aristocratas – nasceu em uma família abastada e tinha três irmãos;

• Devido à posição de sua família, teve uma educação especial, aprendendo música, pintura, escrita, leitura, poesia e ginástica;

• Também competiu como lutador nos Jogos Olímpicos;

• Durante sua juventude, presenciou o caos tomar conta de Atenas e as movimentações políticas originadas pela Guerra do Peloponeso;

• Aos 20 anos conheceu seu mestre Sócrates, com quem aprendeu a discutir e a conhecer as questões humanas;

• Teve como pupilo Aristóteles;

• Junto com Sócrates e Aristóteles, foi responsável por alicerçar a filosofia natural, a filosofia ocidental e a ciência;

• Escreveu diversos diálogos filosóficos;

• Viveu durante um tempo como convidado na corte do Rei Dionísio, em Siracusa (região da Sicília, na Itália), ensinando filosofia;

• Fundou, por volta de 388 a.C., a Academia, em Atenas, primeira instituição de ensino superior que existiu no mundo ocidental, uma escola de filosofia cujo o objetivo era recuperar e desenvolver o pensamento socrático;

• A Academia foi construída em um ginásio próximo a Colona, no nordeste de Atenas, nos arredores de um bosque de oliveiras que fazia uma homenagem ao herói Academo, é daí que surgiu o nome Academia;

• Na Academia os alunos eram de todas as idades: jovens e idosos se misturavam para debater e aprender;

• Foi um racionalista, idealista, dualista e realista;

• Uma das crenças de Platão era de que a ciência é um fruto do amor e da inteligência humana;

• Serviu como grande inspiração para ideias filosóficas posteriores.

Pensamentos e influência

As ideias platônicas têm como base diferenciar o mundo entre as coisas visíveis (a matéria e os seres vivos) e as coisas sensíveis (a inteligência e o mundo das ideias). Além da política, Platão falava dos mais variados assuntos da vida pública ou privada: ética, amor, metafísica, vício e virtude, medicina, justiça, arte, crime e castigo, religião, prazer e sofrimento, sabedoria, sexualidade e a natureza humana, entre outros.

Na educação, ele dava valor ao debate e à conversação para alcançar o conhecimento. Para ele, os alunos precisavam superar as questões e problemas da vida para conseguir descobrir as coisas. Platão defendia que a educação deveria ser um jeito de desenvolver o homem moral. Ela também deveria trabalhar tanto o desenvolvimento físico quanto o intelectual dos alunos. Por isso, os alunos deveriam aprender com aulas de educação musical, retórica, geometria, debate, educação militar e astronomia. Outra visão bastante relevante desse filósofo, principalmente para a época em que viveu, é que as mulheres também deveriam ter a mesma educação ensinada aos homens.

Plantão era considerado:

  • Racionalista, pois usava o raciocínio como uma operação mental discursiva, orientada pela lógica e usando proposições como método de chegar a conclusões;
  • Idealista, devido a sua Teoria das Ideias, que argumenta que a verdadeira realidade estaria no mundo das ideias, podendo ser acessada apenas através da razão;
  • Realista, numa relação às formas das ideias e à existência de universais;
  • Dualista, conceito que tem como base a existência de duas substâncias, estando uma irredutível a outra.

Além de sua relevância para a ciência e a filosofia, ele também influenciou o processo de racionalização do cristianismo, devido, principalmente, à influência que exerceu em Santo Agostinho, filósofo e teólogo católico, uma das figuras mais importantes da cristandade.

Resumo sobre Platão: principais obras

Além de ser um dos filósofos mais conhecidos atualmente, também é um dos mais estudados. Isso se deve, principalmente, pelo fato de que sua obra se manteve praticamente intacta durante mais de 2400 anos, feito incomum para a maioria das obras de seus contemporâneos. As obras mais relevantes de Platão foram:

  • Apologia de Sócrates: enaltece e valoriza os pensamentos de seu mestre.
  • O Banquete: trata do amor de um modo dialético.
  • A República: além de analisar a política grega, trata da ética, da cidadania, do funcionamento das cidades e também a respeito da imortalidade da alma.

Algumas de suas obras mais importantes foram escritas em suas duas últimas décadas de vida, enquanto estava à frente da Academia. Essas obras são conhecidas como “da maturidade”. Algumas delas são:

  • O banquete;
  • Crátilo;
  • Eutidemo;
  • Fedro;
  • Fédon;
  • Menexêno.