Inércia, massa e força


Aprenda sobre três dos mais importantes conceitos da física clássica: inércia, massa e força. Descubra o que são cada um deles, quais são as principal diferenças e muito mais. Depois deste conhecimento, vai ser muito mais fácil compreender simples coisas do cotidiano e resolver aqueles problemas de física na escola.

Conceitos de inércia, massa e força

Vamos falar de cada um dos conceitos exatamente na mesma ordem apresentada no título deste artigo, mas não há uma ordem fixa de importância na física.

Conceito de inércia

A inércia é uma propriedade da matéria e segundo a lei da relatividade, a inércia também é uma propriedade da energia.

Inércia

É muito simples de compreender a inércia. Imagine que tem um corpo qualquer que se encontra totalmente em repouso. Sobre ele, não existe força alguma agindo e, portanto, todas as forças são nulas. Quando qualquer objeto se encontra nesta situação, ou seja, em repouso, não há velocidade nele e sua atividade é zero. Esta observação foi analisada a fundo por Isaac Newton, e este conceito é a primeira lei da dinâmica escrita por ele. A lei confirma que um corpo que está em repouso tende a permanecer em repouso, a não ser que alguma força seja aplicada nele. E, ao mesmo tempo, a lei ainda afirma que, se o corpo estiver em movimento, ele tende a permanecer neste movimento, a não ser que uma força seja aplicada nele.

Resumindo, esta é a propriedade dos corpos de se manterem no estado que estão. Se estão em movimento, tendem a permanecer em movimento e, se estão em repouso, tendem ficar em repouso. Quer um exemplo bem simples de entender? Imagine que você está dentro de um ônibus, em pé, indo para o shopping. O ônibus está em movimento em velocidade contínua. De repente, o motorista precisa dar uma freada brusca. O que acontece com seu corpo? Tende a ir pra frente, continuando o movimento que estava fazendo antes. A mesma coisa acontecerá quando o ônibus arrancar novamente. Seu corpo tenderá a ir para trás, para se manter em repouso como estava antes.

Conceito de Massa

O conceito de massa é largamente utilizado pela ciência. Assim, de forma bastante simplista, podemos dizer que massa pode ser considerada como o peso dos objetos, mas não é só isso. Há também quem acredite que massa é o formato de um objeto, mas mais uma vez esta é uma forma muito simplista de conceituar a massa, já que tudo vai depender de onde e como o conceito está sendo aplicado.

Mas, para resumir, vamos considerar a massa como a quantidade de matéria existente em um corpo. E a medida utilizada para mostrar esta quantidade é o kg (quilograma). Mas, no ramo da física de partículas, a massa é associada à energia e a unidade é o elétron–volt.

Na física clássica, relacionada à mecânica, a massa pode ser inercial ou gravitacional. Inercial é aquele mesmo conceito que vimos anteriormente e gravitacional diz respeito à força que a gravidade tem sobre o corpo.

Conceito de força

A força, por sua vez, é outro conceito da física clássica, totalmente ligado à também chamada de física newtoniana, ou estudada por Newton. A força é uma grandeza que é capaz de derrotar a inércia dos corpos, modificando a direção, velocidade e magnitude, dependendo de sua intensidade e, também, da massa dos corpos em questão. E, por isso mesmo, a força também pode ser chamada de vetor, já que possui direção e magnitude.

A força, quando é aplicada em um corpo, recebe o nome de tensão mecânica ou, ainda, estresse mecânico, quando falamos sobre alguma possível deformação sofrida pela matéria. As principais características da força são:

* É uma grandeza vetorial, ou seja, tem direção, sentido e intensidade;
* Pode causar deformação ou mudança de velocidade em um corpo ou objeto;
* Sempre acontece entre dois objetos.

Aplicações e relação entre inércia, massa e força

Os conceitos de inércia, massa e força fazem parte do nosso cotidiano muitas vezes sem que a gente perceba. Na escola, costumamos fazer infinitos cálculos dentro da disciplina de física, nos quais os três conceitos aparecem ao mesmo tempo, nos dando pistas sobre a mecânica e sobre os movimentos.

Na nossa vida, todos nós já passamos por momentos de inércia tanto no sentido literal, como o exemplificado, mais acima deste artigo, no movimento do ônibus, quanto no sentido figurado.

Esses conceitos que parecem tão simples como a inércia, massa e força foram responsáveis por muito do desenvolvimento tecnológico que temos hoje, na criação de combustíveis, de acessórios de segurança, entre muitas outras coisas. Mas, além disso, o que é mais importante de conhecer os conceitos e aplicações destas grandezas físicas é do próprio conhecimento do mundo no qual vivemos e também sobre o universo como um todo.