Manômetro e Barômetro


Nos dias de hoje, muitos são os equipamentos que podem ser utilizados para a medição dos valores de pressão. Para medir a pressão da atmosfera os barômetros são os aparelhos preferidos, enquanto os manômetros são utilizados para a medição de pressões de fluídos de modo geral. Mas afinal, que pressão seria essa?

Manômetro e Barômetro

A pressão está diretamente relacionada à área e a força daquilo que será medido. Imagine uma superfície (área B) com força que se distribui de modo a resultar em sistema F. Neste caso, a pressão desta superfície será definida com base na relação entre a área B e a intensidade de força F.

Parece difícil, não é mesmo? E é exatamente por isso que existem equipamentos capazes de fazer a medição de pressão para você. Indústrias (principalmente no setor automotivo) utilizam instrumentos próprios para a medição de pressão – como para medir a pressão do ar dentro dos pneus, pressão do óleo do motor do veículo e por aí vai.

Basicamente – e como você já deve saber – dois são os aparelhos capazes de fazer esse trabalho: os barômetros e os manômetros. A seguir, conheça um pouco mais sobre cada um deles.

Sobre os manômetros

Os manômetros são equipamentos utilizados para medir a pressão de diferentes fluidos – com destaque para os gases e líquidos.

Esse tipo de aparelho é frequentemente utilizado por profissionais de engenharia hidráulica. Tais engenheiros o usam para medir as pressões encontradas em diferentes pontos de um líquido (quando este está dentro de uma tubulação).

Existem diferentes tipos de manômetros, sendo os principais deles:

• Manômetros de mercúrio (com extremidade fechada)

Esse tipo de manômetro é o utilizado para a medição de pressões muito fortes.

Sua fórmula é a seguinte:

P = Pb + ugh (sendo Pb a pressão do ar que fica ‘presa’ em tal extremidade para ser medida e ugh a pressão hidrostática).

• Manômetros de mercúrio (com extremidade aberta)

Aqui a medição da pressão é feita dentro de um tubo que pode ser adaptado ao gás ou líquido em questão. A pressão interna do mesmo é calculada com base no desnível que o seguro se encontrará.

A fórmula utilizada neste caso é:

P = Pª + ugh.

P é a pressão considerada incógnita, pª a pressão atmosférica predominante e ugh pressão do tipo hidrostática.

• Manômetros metálicos

O manômetro metálico é o mais comumente utilizado em fábricas e indústrias. O aparelho funciona de modo simples: basta ligá-lo diretamente no local onde se quer medir a pressão e pronto.

• Manômetros de água

Por fim, esse tipo de manômetro é o utilizado para a medição de pequenas pressões (geralmente, de líquidos).

Barômetros

Por outro lado, os barômetros são instrumentos utilizados para medir a pressão da atmosfera – ou os valores que mais se aproximam da mesma.

Vale lembrar que é por meio da medição da atmosfera que ocorrem as previsões meteorológicas (ou seja, de clima). O instrumento foi criado pelo físico Torricelli após um primeiro experimento em que ele conseguiu medir a pressão da atmosfera a nível do mar.

Para tal, ele usou um tubo de vidro de tamanho médio, com cerca de um metro de comprimento. O tubo era fechado apenas de um lado e dentro dele havia mercúrio. A extremidade até então aberta foi fechada e o tubo foi mergulhado dentro de uma bacia com mercúrio. Quando essa extremidade foi novamente destampada, o líquido da coluna desceu a 76 cm – o que lhe fez concluir que aquele era o valor da pressão da atmosfera do ambiente.

Atualmente, esse tipo de barômetro exemplificado acima é conhecido como ‘barômetro de mercúrio’. Mas existem ainda:

• Barômetro de cuba

Aqui a medição é realizada da mesma forma que o físico Torricelli fez pela primeira vez. Um tubo de cerca de 1m de comprimento e cheio de mercúrio tem sua extremidade livre fechada para que posteriormente seja mergulhado em um ambiente que também possui alta concentração de mercúrio.

Esses aparelhos, apesar de frágeis, oferecem resultados extremamente fiéis. Não à toa, hoje em dia eles são utilizados unicamente dentro de laboratórios.

• Barômetro de Fortin

Uma das características de maior destaque deste tipo de barômetro é que ele pode ser transportável – ou seja, pode ser levado para medir a pressão atmosférica fora dos laboratórios. Além disso, esse instrumento científico também foi desenvolvido para oferecer medidas com muito mais precisão.

• Barômetro normal

Esse tipo de barômetro é o utilizado com maior frequência para a medição da pressão do ar. Ele serve como padrão para outros tipos de barômetros e conta com uma precisão ‘invejável’: de 0,01 mm de Hg.

• Barômetros metálicos

Por fim, temos ainda os barômetros metálicos. Eles são mais cômodos, não possuem a famosa ‘coluna barométrica’ e são portáteis, ou seja, facilmente levados para lá e para cá. Não à toa, eles oferecem uma cobertura mais flexível e sem grandes garantias de precisão.