Potência elétrica


Estamos nos aproximando do verão, estação essa, que nos últimos anos vem fazendo crescer o consumo de energia elétrica no Brasil. De acordo com a EPE (Empresa de Pesquisa Energética), só em dezembro de 2014 foram consumidos 39.673 gigawatts-hora (GWh) de energia elétrica, valor que fez o Instituto reconhecer um aumento de 2,2% no consumo nacional.

Então você pode estar se perguntando: O que essa informação tem haver com o artigo de hoje? E a resposta é: TUDO. Bem vindos a mais um artigo da disciplina de Física, hoje iremos falar sobre potência elétrica.

Unidades de medida: iniciando as análises

Como você deve lembrar de outros artigos, watt (w) é a unidade utilizada para “medir” a potência. Agora, acompanhe o raciocínio:

Potência

WATT = Joule/Segundo

Sendo que Joule é a unidade de energia, enquanto, segundo é unidade de tempo, pode-se definir o watt como a rapidez com que a energia é consumida, ou, liberada. A velocidade com que essa energia “entra”, ou, “sai” pode ser definida por potência, “voilá” aqui está nosso conteúdo.

Mas o que é potência elétrica?

Já que estamos falando em Física nada melhor do que exemplificar cada um dos conceitos, não é mesmo?

Certamente você já deve ter comprado lâmpadas para sua casa, pois bem, tão logo você inicie a troca de uma lâmpada queimada, com certeza, observa a tensão da rede local – ou seja, se sua lâmpada é 110 V, ou, 220 V -, aliado a isso, observa também a “potência nominal da lâmpada”.

A partir dessas informações podemos dizer o seguinte: a potência de uma lâmpada está diretamente ligada a seu brilho, e também, a energia que é transformada a cada unidade de tempo (lembra do Joule/Segundo do tópico anterior?). Sendo assim, se utilizada nas condições previamente especificadas pelo fabricante, uma lâmpada de 100 W consome mais energia do que uma de 50 W, meio óbvio não é mesmo?

Agora que já demos o exemplo vamos ao conceito: Potência é uma “grandeza física” que tem por função medir a energia que está sendo modificada na unidade de tempo, portanto, a potência vai “quantificar” o trabalho que uma determinada máquina, ou, aparelho leva para realizar dentro de uma unidade de tempo. Matematicamente expressa por:

P = ?E

?t

Ou:

?E = P.?t

Temos que: Potência é igual à energia que fluiu em um determinado tempo. Dando sequência:

[P] = j = w (watt)

Bem, agora que já estamos mais “íntimos” desse assunto, vamos seguir com algumas outras análises importantes.

Quem consome mais energia?

Dentro de uma residência existem vários aparelhos que consomem energia elétrica, desde uma simples lâmpada, até um secador de cabelos. Levando em consideração os seguintes dados:

– Lâmpada = Potência: 60 W / Tempo de uso: 10h;

– Secador = Potência: 1000 W / Tempo de uso: 30min;

Qual desses dois aparatos você acha que consome mais energia?

Observando apenas a potência é possível dizer que o secador “gasta” muito mais energia do que a lâmpada, certo? Mas, repare no tempo de uso de cada um, quem esteve “funcionando” por mais tempo? Exatamente, a lâmpada. Então é certo que essa deve ter consumido muito mais energia do que o secador que só esteve ligado por 30 minutos.

Fizemos uso desse rápido exemplo para explicar que nem sempre o aparelho que apresentar maior potência (mais watts) será aquele que irá consumir mais energia. Para ter conhecimento de quem é o maior consumidor de energia são necessárias duas informações: 1ª) Potência; 2ª) Quanto tempo o aparelho ficou ligado.

Sendo assim, por mais que um aparelho possa apresentar maior potência se comparado a outro, o que pode mudar o rumo das coisas é o tempo de uso.

Dicas para não errar em provas

Já que o “Resumo Escolar” é um site voltado também para aqueles que estão estudando para vestibulares e concursos, nada melhor do que passar algumas dicas que podem ajudar na hora de escolher a resposta certa. Sobre potência elétrica:

– Sempre que no enunciado do exercício vier a pergunta: “Quanta energia foi gasta?”, lembre-se de marcar a resposta que esteja acompanhada da unidade de medida Joule (j), e não, watt (w), afinal watt mede potência, e, não energia elétrica.

– Sobre a fórmula: Nunca, jamais, em hipótese alguma, utilize uma fórmula se você não sabe o real significado dela, ou seja, a história por detrás de todos aqueles símbolos. Na Física muitos assuntos conectam entre si, portanto, você pode utilizar expressões muito simples para resolver questões, aparentemente, complexas.

– Além disso, lembre-se: dificilmente questões na disciplina de Física irão perguntar conceitos, pelo contrário, irão oferecer “casos” a serem resolvidos. Nosso conselho para isso é resolver questões de provas anteriores já aplicadas pela Instituição na qual você pretende ingressar.