Trabalho de uma Força: Força Peso, Força Elástica, Potência e Rendimento


Trabalho de uma Força

Na física chamamos de trabalho toda quantidade de energia que é fornecida ou retirada de um objeto e faz com que ele se desloque. O trabalho de uma força pode ser medido através do peso, da elasticidade, da potência e do rendimento, sendo cada um calculado de forma diferente.

Vamos explicar como funciona o trabalho de uma força em cada uma das situações:

Força peso

A força peso é o resultado da atração gravitacional sobre um objeto que pode ou não está próximo a uma superfície. Está ligada a massa do corpo a ser estudado e a gravidade.

Definimos então o cálculo da força peso como:

P = m . g

Onde P equivale a força peso, m a massa e g a atração gravitacional.

Força Elástica

A força elástica é aquela que é exercida sobre um corpo que possui elasticidade. Molas, borrachas e elásticos são exemplos de objetos que possuem força elástica.

Seu cálculo é feito através da fórmula:

F = K . x

Onde F equivale a força elástica, K a constante elástica e x a variação ou deformação sofrida pelo objeto.

Potência

A potência está ligada ao trabalho realizado por uma força em menos tempo. Tanto que o W, símbolo da potência, pode ser definido como 1 J por 1 s. Você pode também calcular a potência média e instantânea.

Definimos as fórmulas de potência como:

Pot m = F . Vm

Onde pot m equivale a potência média, F a força e vm a velocidade média. A potência instantânea é calculada usando a mesma fórmula.

Então podemos dizer que o cálculo de potência é feito a partir da fórmula:

P = F . v

Rendimento

O rendimento está ligado a energia e a potência. O quanto a energia rendeu para fazer o objeto se mover. É adimensional, ou seja, não possui unidade e é sempre descrito em forma de porcentagem.

Sua fórmula é definida por:

η = Pu / Pt

Onde η equivale ao rendimento, Pu a potência utilizada e Pt a potência total.