Geografia do Tocantins


Aprenda tudo a respeito da geografia do Tocantins neste artigo. Descubra sobre o relevo, o clima, a vegetação, a hidrografia e até aspectos demográficos e políticos. Conhecer a geografia de uma região é conhecê-la mais profundamente, através de suas características físicas, de pessoas e até econômicas.

Geografia do Tocantins

Geografia física do Tocantins

A geografia do Tocantins, assim como de qualquer outro estado, cidade ou país, é formada por condições físicas, como o relevo, a vegetação o clima e afins, mas também porque questões que vão além disso, como você verá mais a seguir.

Mas para facilitar a compreensão, vamos dar início aos estudos da geografia do Tocantins, avaliando suas características físicas. Segundo especialistas, o relevo do estado do Tocantins é o que eles chamam de sóbrio.

A região pertence ao Planalto Central Brasileiro, cuja característica é a predominância de cerrados, planícies e superfícies tabulares. Como principais regiões do estado, podemos citar a Chapada da Bahia do Meio Norte, cujas altitudes podem variar entre 300 e 600 metros, a Chapada da Bahia de São Francisco, o Planalto do Tocantins e a Peneplanície do Araguaia.

O ponto mais alto do Tocantins está localizado na região da nascente do Rio Claro, na conhecida Serra da Traíras ou das Palmas. Já a região mais baixa fica localizada na extremidade oeste do Tocantins em Esperantina, a tríplice divisa, onde se unem o próprio estado, o Maranhão e o Pará. Há muitas serras e formações geográficas no Tocantins. Entre as mais conhecidas, podemos citar:

  • Morro do Solteiro
  • Serra da Capela
  • Serra da Raposa
  • Serra do Estrondo
  • Serra das Traíras ou das Palmas
  • Morro da Igreja
  • Morro da Pedra Furada
  • Dunas do Jalapão
  • Chapadas de Areia

Com relação à vegetação do estado, podemos dizer que se trata de uma região bastante variada. Podemos encontrar o cerrado, campos rupestres e a floresta equatorial de transição.

A região do cerrado é a mais presente e apresenta árvores baixas capazes de suportar os períodos de seca. Já a floresta equatorial está presente em ambientes onde as chuvas são mais frequentes e por isso, as árvores são maiores, mais verdes e a mata mais fechada.

No Tocantins podemos encontrar ainda a floresta tropical, em regiões de maior volume de chuvas e que representa uma importante força para a economia do local, através do comércio de madeira de lei, como o pau-brasil e o mogno.

O clima do Tocantins é o que determina as suas diferentes vegetações. Onde há longos períodos de seca e o clima tropical seco está presente, encontramos o cerrado e onde há altos volumes de chuva, as florestas podem se criar. As médicas do Estado variam de acordo com estas condições. Ao sul e ao norte, variam entre 22 e 23 graus Celsius, e no centro, entre 26 e 27 graus.

Os principais rios do Tocantins são o Araguaia e o Tocantins cujas águas correm da região sul para o norte do estado. Um projeto na região dividiu a hidrografia em duas sub bacias, formadas por estes mesmos rios e seus afluentes. O Tocantins possui reservas ambientais, tanto no âmbito estadual quanto nacional e estas unidades atraem turismo e garantem a proteção da fauna e da flora presentes no estado.

Geografia demográfica e política

A cidade mais populosa do Tocantins é Palmas, com 265.409 habitantes. Os índios foram os primeiros habitantes do estado, assim como praticamente em todo o país. Apesar do genocídio que ocorreu, ainda hoje, é possível encontrar tribos isoladas, que vivem sem nenhum contato com a civilização.

O Tocantins é considerado o estado mais jovem do Brasil e possui infinitas possibilidades econômicas. A economia da região é sustentada pelo agronegócio e a exportação de grãos como a soja, por exemplo. A carne bovina também é de extrema importância para os resultados positivos do estado.

Por este motivo, as rodovias e estradas que cruzam o estado precisam de uma atenção especial dos governos a fim de facilitar o escoamento da produção agrícola. Tocantins ainda possui 3 aeroportos que são servidos por voos regulares: o Aeroporto de Gurupi, o Aeroporto de Araguaína e o Aeroporto de Palmas, o mais importante de todos eles.

A região também possui indústrias, em sua maioria, focadas também no agronegócio ou para o consumo local, mas sem muita expressividade. A renda per capta da região fica dentro da média nacional, porém o poder exportador do estado vem conquistando cada vez mais espaço. A produção da borracha ainda é importante para a região do Tocantins e o comércio e os serviços vêm crescendo com o passar dos anos.

O estado do Tocantins está buscando melhorar cada vez mais, inclusive na área da educação, por meio da criação de escolas e centros educacionais. Atualmente, ocupa a 14a posição no ranking nacional em qualidade. Cerca de 88% de toda a população já é alfabetizada.