África: Características Morfológicas, Hidrografia e Climas


África

África, em conjunto com a Europa e a Ásia, constitui o chamado “Velho Mundo”. Contudo, o continente africano ocupa uma placa tectônica única, enquanto Europa e Ásia dividem a Placa Euro-asiática. Na sequência, analisaremos as características morfológicas, climáticas e de hidrografia do local.

A morfologia da África

Da perspectiva morfológica, o continente é composto sobretudo por terrenos cristalinos antigos e possui planaltos estabelecidos entre 600 e 700 metros de altitude. O solo é amplamente modelado pelo processo erosivo, onde se evidenciam picos rochosos isolados que descem rumo ao mar em estágios bastante íngremes. Por consequência de desdobramentos que se deram no começo da era Cenozoica e das diferentes ações vulcânicas, certas cadeias de montanhas se destacam, como a Cadeia do Atlas, o Maciço dos Camarões, a Cadeia do Cabo e o Maciço Oriental ou Planalto dos Grandes Lagos.

Os principais tipos climáticos encontrados na África são:

Clima Equatorial: marcado por temperaturas elevadas e umidade, o clima equatorial é observado na parte Centro-Ocidental da África. Esse região inclui a Floresta do Congo, de caráter pluvial latifoliada perenifólia, que se assemelha à nossa Floresta Amazônica.

Clima Tropical: ocupa os arredores do clima equatorial e está presente em uma grande porção do continente. Nele, há uma alternância de duas estações: uma de chuvas frequentes e outra de seca, com temperaturas médias que superam os 20•C.

Clima Desértico: no Sul, ficam deserto de Kalahari e da Namíbia; no Norte, o Saara. Entre as peculiaridades desse clima estão:

• escassez e irregularidade das chuvas;
• alta amplitude térmica (temperaturas elevadas durante o dia e baixas à noite).

Quanto à vegetação, ela é marcada pela formação de oásis em áreas de maior umidade. Nesses pontos, surgem especialmente oliveiras e tamareiras. No entorno do Sahara, desenvolve-se uma paisagem denominada de Sahel. A vegetação de estepe semi-árida cerca o deserto.

Clima Mediterrâneo: corresponde às regiões do extremo Sul/Sudeste e do extremo Noroeste, no Magretf. Os verões são quentes e secos, já os invernos são amenos e mais chuvosos. A vegetação preponderante são o Maquis e o Garrigue.