República Checa


Localizada na Europa Central, a República Checa é um país parlamentarista e que foi fundado em 1918 sob o nome de Tchecoslováquia e desunificado em 1993. Fazem fronteira com ela outros 4 países: Polônia ao norte, Áustria ao sul, Alemanha a oeste e Eslováquia a leste.

© CE/EC Flag of the Czech Republic 6/12/2003

Até 1993, a Eslováquia e a República Checa eram um mesmo país, separando-se entre si e deixando de existir a Tchecoslováquia, que então tinha apenas 75 anos. Até 1918 a Tchecoslováquia fazia parte do Império Império Austro-húngaro, quando neste ano, logo após derrota na Primeira guerra mundial, militares assinaram o armistício e deram origem a outros países, incluindo a Tchecoslováquia.

A língua oficial da República Checa é o Checo. Este país possui uma área total de 78.866 km², estando na posição 117 na relação de países por área territorial. Em comparação com o Brasil, o território da República Checa é menor do que o estado de Santa Catarina, por exemplo. Sua população, de acordo com o Censo de 2007, é de 10.381.130 de habitantes. A moeda oficial do país é a Coroa Checa, sendo que 1 real corresponde a aproximadamente 7 coroas checas.

A bandeira da República Checa é bastante conhecida e existe desde 1920. Isso porque quando o país se separou da Eslováquia, a bandeira original da Tchecoslováquia continuou a ser adotada, sendo que a Eslováquia é quem mudou a sua bandeira, nas mesmas cores, porém, com um brasão à esquerda. A bandeira da República Checa é tricolor, possuindo as cores vermelha e branca, que representam o reino da Bohemia e mais um triângulo azul, símbolo do “pan-eslavismo”, movimento político e sociocultural do século XIX, que buscou a união de todos os povos eslavos.

Curiosidades do país:
Castelos: quem quiser ficar próximo de um conto de fadas precisa conhecer este país. São mais de 2000 castelos, perdendo apenas para Bélgica e França;
Localidade: o país está simplesmente no centro da Europa, tornando seu acesso aos principais países muito fácil;
Internet: se você gosta de ficar conectado, saiba que a República Checa possui uma das 10 conexões mais rápidas do mundo;

O clima
O clima do país é classificado como temperado-continental, possuindo verões moderados e invernos bastante frios, com incidência de neve. A diferença de temperatura no país é bastante elevada, pois o país não possui litoral. Os meses de mais frio são dezembro, janeiro e fevereiro, quando a temperatura média fica um pouco abaixo de zero grau. Os verões não são excessivamente quentes, sendo julho o mês de maior calor, com temperaturas em torno de 20ºC. As chuvas são mais frequentes no país durante o verão e de maio a agosto elas são mais intensas.

A economia
A economia da República Checa é baseada em indústrias siderúrgicas, automóveis, bebidas, agricultura e turismo. O forte da agricultura é a produção de trigo. Já com relação ao turismo, Praga é um dos principais destinos da Europa.

Praga é a capital da República Checa e é também a cidade mais importante e mais populosa. A capital possui cerca de 1 272 691, um pouco mais que a população do Rio de Grande do Sul e a segunda cidade mais populosa do país é Brno, com cerca de 384 mil habitantes.

Em 1º de maio de 2004 a República Checa e mais 9 países passaram a fazer parte da União Europeia. Os principais países com quem os checos possuem relações comerciais são Alemanha, Eslováquia, Rússia, Itália, Áustria e Polônia.

A gastronomia do país
Na República Checa encontramos muitos pratos saborosos de provar, mas difíceis de pronunciar, como o ceske trdlo, uma massa de pão enrolada com açúcar e canela, o svikova, que é o mais típico molho do país, que envolve uma mistura de molho de natas com lombo e o kneldik, que na verdade é o acompanhamento típico para diversos pratos da culinária checa. Um prato bastante conhecido em algumas regiões do Brasil e que é proveniente deste país é o goulash, uma mistura de carne, molho vermelho e pimentões.

A culinária do país é caracterizada por uma típica mistura do doce com o salgado. A carne de porco é muito utilizada, sempre misturada com os mais diversos tipos de molho. Outra carne bastante apreciada por esta culinária são as de animais de caça, como javali e veado.

Entre as bebidas podemos citar o slivovitz, que é feita a partir da fermentação do suco de ameixa e o tradicional becherovka, um licor fabricado com diversas ervas da região. E, é claro, não podemos deixar de citar a nossa popular cerveja pilsen. Esta bebida muito consumida no Brasil é proveniente da República Checa, mais precisamente da cidade de Plzeň (Pilzen), a quarta maior cidade do país. A maior cervejaria da região existe até hoje, a Pilsner Urquell, criada em 1842 e que deu origem à cerveja do tipo pilsen.