Resumo Cairo


A Cidade de Cairo é a capital do Egito – país que está localizado ao extremo Norte do continente africano. A palavra ‘Cairo’ tem como significado traduzido para português “A Vitoriosa”. Neste artigo, confira mais informações e curiosidades sobre diferentes aspectos do Cairo.

Resumo Cairo

A região onde a cidade se estabelece é a maior não só da África como de todo o universo arábico. No árabe clássico, a tradução para Cairo é “Misr”, e no árabe adaptado pelos egípcios, “Masr”.

Sobre a cidade de Cairo

A cidade de Cairo conta com pouco menos de 8 milhões de habitantes – sendo algo como 7.947.121 milhões ao total. Sua região metropolitana, por sua vez, é a mais populosa da África e uma das concorrentes em todo o mundo: com 24 milhões de habitantes.

Com a Região Metropolitana Cairo se torna a 13ª metrópole com o maior índice populacional em todo o mundo.

A seguir, confira um breve histórico sobre a cidade de Cairo.

História do Cairo

A cidade de Cairo, assim como a civilização egípcia, é uma das mais antigas de todo o mundo. O território foi fundado no ano de 116 a.C. e, fase conhecida como “Velho Cairo”. Sua fundação é marcada pela reconstrução de uma fortaleza persa aos arredores do Rio Nilo pelo povo romano.

Antes disso, a região era conhecida como “Mênfis” e era a capital do império dos faraós. Muitas invasões se sucederam no território dali em diante: como dos povos otomanos, povos mamelucos, de Napoleão e até mesmo dos britânicos. Depois de muita luta, Cairo se tornou capital independente do Egito no ano de 1922.

A capital Cairo está localizada em meio às ilhas e margens do Rio Nilo. A província de Giza, dentro de Cairo, abriga o complexo das pirâmides – com destaque para a Grande Pirâmide de Quéops.

A seguir, vamos conferir maiores informações sobre os principais aspectos de Cairo.

Diferentes aspectos de Cairo

Clima

Muitos acreditam que o Egito é quente o ano inteiro – por conta do deserto do Saara. Porém, essa afirmação é apenas parcialmente verdadeira.

O clima da cidade é árido, o que faz com que os verões sejam extremamente quentes e os invernos mais amenos – com vento o tempo todo.

Entre novembro e março temos o ‘inverno’, com temperaturas que podem chegar a, no máximo, 23 graus célsius. Já no verão as temperaturas registradas são extremamente altas, variando entre 35 a 40 graus.

A cidade é extremamente seca – chove-se em Cairo 3 ou 4 vezes em todo o ano.

Religião

O islamismo é predominante em 90% da população. Os outros 10% são cristãos. Há algum tempo a liberdade religiosa não era permitida na cidade: foi apenas depois da explosão de uma igreja na cidade de Alexandria, segunda maior do país, que a construção de igrejas passou a ser autorizada em todo o Egito.

Há também uma pequena concentração de cristãos ortodoxos gregos e judeus vivendo no Cairo.

Política

A cidade de Cairo, além de ser a capital, também é considerada o centro econômico, político e cultural de todo o Egito e Oriente das proximidades.

A cidade funciona como um estado, uma vez que é dominada por um governador. Esse governador é escolhido a cada quatro anos pelo próprio presidente da nação.

Cairo é também a sede do Parlamento e do governo do Egito, além de abrigar em seu território as principais organizações religiosas e estatais centrais.

Cidades Irmãs

As principais cidades-irmãs de Cairo são:

    • Roma, na Itália;
    • Beirute, no Líbano;
    • São Paulo, no Brasil;
    • Toronto, no Canadá;
    • Atenas, na Grécia;
    • Amã, na Jordânia;
    • Pequim, na China;
    • Tóquio, no Japão;
    • Jidá, na Arábia Saudita;
    • Estugarda, na Alemanha;
    • Londres, no Reino Unido;
    • Nova York, nos Estados Unidos da América;
    • Seul, na Coréia do Sul;
    • Paris, na França;
    • Amsterdã, nos Países Baixos;
    • Madrid, na Espanha;

Entre outras.

Economia

A economia do Egito é basicamente concentrada nos esforços da capital Cairo.

O turismo, por sua vez, é responsável por algo como 40% do PIB da cidade. A razão você já deve imaginar: o abrigo das Pirâmides.

As pirâmides recebem, anualmente, mais de 10 milhões de visitantes de todas as partes do mundo. Além de ser Patrimônio da Humanidade ela também é uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.

Outros pontos turísticos também visitados são: mercado comercial Khan el-Khalili, esfinge de Gizé, a Igreja Suspensa, a Árvore da Virgem em el Matariya, a mesquita de Mohamed Ali, A mesquita de El Azhar, o Museu do Cairo, a Aldeia Faraônica, o museu Islâmico e muitos outros.

Por fim vale destacar que hoje a cidade de Cairo se divide entre o mundo antigo e o moderno, sendo ela composta não só por monumentos históricos e ruínas datadas de antes de Cristo, como também por museus, teatros, universidades, parques e outros.