Resumo sobre o país Venezuela


A República Bolivariana da Venezuela, ou simplesmente Venezuela como é mais conhecido e chamado, é um país que está localizado na América do Sul e que faz fronteira com o Brasil, Guiana e Colômbia além do mar do Caribe ao seu norte.

Resumo sobre o país Venezuela

A Venezuela foi um dos territórios descobertos por Cristóvão Colombo ao longo de suas expedições de exploração pelo “Novo Mundo”. Em sua terceira viagem ao continente, no ano de 1498, o desbravador chegou à bacia do rio Orinoco, um dos mais importantes da América do Sul e que se origina em território venezuelano.

A origem do nome – Venezuela – tem a ver com a observação feita pelo espanhol Alonso Ojeda que percorreu todo o país e percebeu que os índios que ali viviam construíam suas casas e ocas sobre estacas, fazendo lembrar Veneza, na Itália.

A colonização, de fato, passou a ocorrer por volta de 1.515 e as terras passaram a ser exploradas com a utilização de mão de obra escrava africana após o século XVIII. Nesta época plantava-se, sobretudo, cacau e café para posterior comercialização na Europa.

Marcada por inúmeros conflitos, revoltas, ditaduras e também aproximações com outros países, a nação venezuelana cresceu e se fortificou. O antigo governo brasileiro, sob as ordens do PT, estabeleceu uma política que permitiu a ambos os países trabalhar conjuntamente em vários projetos. Veja mais dados e informações sobre esta nação latina neste resumo sobre a Venezuela.

Dados e estatísticas sobre a nação venezuelana

O território venezuelano tem cerca de 900 mil km2 e de acordo com o último senso, mais de 30 milhões de pessoas vivem pelo país. Sua capital é Caracas, com mais de 5 milhões de habitantes, e vale destacar que a nação é subdividida em 23 estados.

A origem do povo é uma mistura entre os europeus, principalmente os espanhóis que vieram para o país a fim de explorar a colonizar a região e os índios, habitantes locais que já estavam nessas terras há mais de 12 mil anos de acordo com fontes históricas.

A Venezuela tornou-se independente em 5 de julho de 1.811, época em que precisou enfrentar inúmeras batalhas para poder exercer sua verdadeira independência. O primeiro presidente do país foi José Antonio Páez Herrera que governou até 1.863. Atualmente o país é presidido pelo socialista Nicolás Maduro que já está no cargo há 3 anos.
A moeda venezuelana é o bolívar forte – ou bolívar fuerte – e, na data da elaboração deste resumo sobre a Venezuela, fevereiro de 2017, seu preço de compra era de R$ 0,3100 enquanto que o de venda R$ 0,3093. Em relação ao fuso horário, quando comparado ao Brasil, a nação venezuelana está há -1 hora.

A vegetação e o clima do país é bastante misto indo de temperaturas baixíssimas, como nos Andes, a mais elevadas, como na Amazônia, ao longo de sua extensão. Também é possível encontrar locais bem definidos no que diz respeito às duas estações mais extremas, ou seja, de seca e de muita chuva. O idioma oficial da nação é o espanhol – castellano – graças à colonização deste povo europeu. Tratando-se de religião e espiritualidade, vale destacar que o povo venezuelano é, sobretudo, católico, sendo que um recente senso apontou que cerca de 92% da população professam essa fé. No que diz respeito à economia do país, basicamente ela se divide em quatro grandes grupos:

• Agricultura: Extremamente férteis e produtivas, as terras venezuelanas produzem cana de açúcar, laranja, banana, mandioca, arroz, milho, abacaxi entre outros;
• Indústria: Entre os maiores destaques do setor de indústria do país estão as metalúrgicas, o refino de petróleo, a siderúrgica e química;
Mineração: Tratando-se de mineração o petróleo é a maior fonte mineral da nação, porém também vale destacar que existe exportação de gás natural no país além de mineração de ouro, bauxita, diamante e outros minérios; e
Pecuária: Como as regiões são predominadas por suínos, aves e bovinos, o país também tem uma de suas fontes na pecuária.

O PIB do país, em 2013, era de 438 bilhões de dólares e a renda per capita de 14,414,75 USD ultrapassando o Brasil e outros países da América.

O petróleo venezuelano

A jazida de petróleo nas terras venezuelanas é um dos maiores instigadores de sua economia. Considerado como um dos principais produtores mundiais neste tipo de combustível, a Venezuela foi uma das nações a idealizar a criação da Organização dos Países Exportadores de Petróleo – a Opep.

Atualmente estima-se que cerca de 75% do petróleo do mundo todo esteja associado a este cartel que abastece a 40% do mercado. Os países que junto com a Venezuela fazem parte deste grupo são: Angola, Argélia, Líbia, Nigéria, Gabão, Equador, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Irão, Iraque, Kuwait, Catar e Indonésia.
Gostou deste resumo sobre a Venezuela? Então aproveite para conhecer outros resumos sobre os mais diversos assuntos em nosso site!