Resumo Washington DC


Washington DC é a capital e distrito federal dos Estados Unidos da América. O DC significa District of Columbia (Distrito de Colúmbia). Essas iniciais foram colocadas para diferenciar Washington, a capital, de Washington, que é um dos estados americanos. O município está situado na região leste do país, próximo ao rio Potomac e abriga cerca de 600 mil habitantes, em conjunto com sua região metropolitana apresenta aproximadamente 6 milhões de habitantes.

Resumo Washington DC

A cidade abriga os três poderes do Estado americano, o executivo, o legislativo e o judiciário. Além disso, o município é sede de 176 missões diplomáticas, do Fundo Monetário Internacional, da Organização dos Estados Americanos e o Banco Mundial, entre outras instituições.

Apesar de ser o município abrigar grandes forças políticas, como a Casa Branca (residência oficial dos presidentes norte americanos), os moradores de Washington DC não possuem representantes no Congresso pelo voto. Ou seja, nas eleições federais, os habitantes não possuem representantes no senado. Segundo a constituição do país, Washington é uma cidade com limitado poder local. É como se fosse uma cidade-estado, onde o governo federal tem autoridade absoluta sobre o legislativo e também possui o poder de veto sobre qualquer fato relacionado à cidade.

Os eleitores podem escolher o prefeito e parte do seu conselho municipal. O conselho atua como legislativo, a fim de criar leis ou modificá-las. Entretanto, qualquer que seja a alteração, pode ser vetada pelo congresso, mesmo que tenha sido aprovada por unanimidade no pleito municipal.

Washington DC é uma das maiores cidades culturais do mundo

Washington é uma cidade predominantemente turística, pois abriga cerca de 150 parques, além do Jardim Botânico dos Estados Unidos, que exibe mais de 10 mil espécies de plantas. O mais conhecido é o Parque National Mall, que possui 3 km de extensão, estendendo-se desde o Capitólio dos Estados Unidos (sede do legislativo americano) até o famoso Memorial de Lincoln. No parque ainda encontram-se o Smithsonian Institution, que opera 19 museus da história americana, e a Casa Branca.

A cidade ainda possui diversos monumentos que representam o histórico dos Estados Unidos, como o Ford’s Theatre, onde o presidente Lincoln foi assassinado. Além de possuir grandes bibliotecas como a Biblioteca Folger Shakespeare, onde está localizado o maior acervo das obras do escritor inglês, e também a Biblioteca do Congresso, que possui mais de 100 milhões de itens como jornais, revistas e livros em quase 460 idiomas.

Washington ainda é famosa por abrigar grandes universidades estadunidenses como a Universidade de Georgetown, que foi fundada em 1789 é uma das universidades mais antigas do país. Abriga também a Universidade George Washington, que é um dos maiores centros de pesquisa do mundo. A Universidade Católica da América é símbolo da cidade por ter sido fundada por bispos da Igreja Católica e autorizada pelo Papa Leão XIII em 1887. Além dessas, a cidade possui a Universidade pública do Distrito de Colúmbia, Universidade Americana, entre outras.

O município possui diversas galerias de arte e teatros que engradecem ainda mais o aspecto cultural. A cidade também é referência pela circulação de um dos maiores jornais impressos do mundo, o The Washington Post, que possui muita influência nas decisões políticas do país que acabam refletindo internacionalmente.

A história de Washington DC

Antes da chegada dos primeiros exploradores europeus, a região de Washington era ocupada por nativos americanos. Um dos primeiros a conhecer o local foi John Smith de Jamestown, em 1608, onde encontrou o grupo nativo nacotchtank.

Depois de proclamada a independência dos Estados Unidos em 1776, o país não possuía uma capital federal fixa, e passou por nove cidades diferentes. Durante uma reunião do congresso na Filadélfia em 1783, houve um motim que forçou os congressistas a deixarem a cidade. Depois desse episódio, os congressistas em uma Convenção da Filadélfia, no ano de 1787, discutiram a necessidade de uma capital dos estados onde o poder do congresso governaria plenamente um distrito.

No início, houve um conflito de interesses entre os congressistas para decidir onde seria instalado o distrito. Estados do norte favoreciam que a capital se instalasse em uma das suas grandes cidades, já os estados do sul preferiam o distrito próximo aos interesses escravocratas que haviam na região.

Os secretários do governo na época, Alexander Hamilton e Thomas Jefferson, propuseram que a sede federal devia ser instalada na região que tivesse contraído as dívidas ao longo da guerra da independência pelos estados. Como já havia pago boa parte das dívidas, o sul foi a região escolhida. Em 1790, coube então ao presidente George Washington escolher o local em que seria construída a nova capital americana. Foi então que o presidente escolheu uma área do Rio Potomac, que fica entre os estados Maryland e Virgínia.

A cidade foi planejada pelo engenheiro francês Pierre Charles L’Enfant, sendo inaugurada em 1800. O nome Washington foi escolhido para homenagear o presidente George Ashton, responsável por grande parte da história americana. E o nome do distrito federal, “Distrito de Colúmbia”, foi em preito a Cristóvão Colombo, que descobriu o continente americano.