Resumo Brasil república


Faremos um resumo do Brasil República, destacando brevemente cada uma de suas fases. O Brasil República compreende o período histórico entre 1889, data da Proclamação da República, até hoje e é dividido em cinco fases:

  • República Velha (de 1889 a 1930);
  • Era Vargas (de 1930 a 1945);
  • República Populista (de 1945 a 1964);
  • Ditadura Militar (de 1964 a 1985); e
  • Nova República (de 1985 até o presente).

Resumo Brasil república

Liderada pelo Marechal Deodoro da Fonseca, em 1889, a Proclamação da República deu início ao que hoje chamamos de República Velha. Também conhecida como República das Oligarquias, foram os anos marcados por governos com ligação ao setor agrário de São Paulo e Minas Gerais, que se mantinham no poder de forma alternada – prática conhecida como “política do café com leite”. Quando houve uma tentativa de ruptura nessa alternância do poder (o então Presidente paulista, que deveria indicar um mineiro para a Presidência, apoiou a candidatura do também paulista Júlio Prestes), os estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraíba se unem na Revolução de 1930, que dá início a Era Vargas.

O início da Era Vargas (de 1930 a 1945) foi dominado pelo clima tenso entre as oligarquias e os militares, principalmente no estado de São Paulo, onde ocorreu a Revolução Constitucionalista de 1932. Em 1935, Getúlio foi vítima de uma tentativa de golpe orquestrada pela Aliança Nacional Libertadora (ANL), conhecida como Intentona Comunista. O presidente se utilizou da situação para dar um golpe de Estado em 1937 e ampliar seus poderes políticos. No chamado Estado Novo, adotou um discurso nacionalista, mas acabou deposto pelo exército em 1945.

O período da República Populista (1945 a 1964) intensificou a modernização do Brasil. Os presidentes dessa fase do Brasil República:

• General Eurico Gaspar Dutra (1946-1951): assumiu em um clima de ampla liberdade no país. A quinta constituição brasileira estabelece os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Getúlio Vargas (1951-1954): voltou à Presidência com grande apoio da sociedade graças a sua postura nacionalista. Entretanto, sua oposição cresceu e se organizou, e exigiu publicamente que renunciasse em 23 de agosto de 1954. Na manhã seguinte, Getúlio se suicidou.

Juscelino Kubitschek (1955-1961): foi eleito com o slogan “cinquenta anos em cinco”. Impulsionou o setor automobilístico e foi o responsável pela construção de Brasília. Período de forte crescimento econômico e de crescimento significativo das dívidas públicas interna e externa.

Jânio Quadros (1961-1961): prometeu acabar com a corrupção através do seu jingle “varre, varre, vassourinha”.

• João Goulart (1961-1964): vice de Jânio, Jango acreditava que as reformas de base fariam a economia voltar a crescer e diminuiriam as desigualdades sociais. Foi acusado de comunista pela oposição. A classe média apoiou os militares, que tomaram o poder em 31 de março de 1964, com o apoio dos EUA.

Ditadura Militar

Período de caráter autoritário e nacionalista. Alguns fatos importantes desse momento:

• Em 1967, o marechal Costa e Silva assume como presidente. Em 1968, ele decreta o Ato Institucional Número 5 (AI-5), que fechou o sistema político e aumentou a repressão.

• O governo do general Médici, a partir de 1969, aumentou a repressão e colocou em prática uma política severa de censura.

• O general Ernesto Geisel assume em 1974 e inicia um lento processo de transição rumo à democracia. Acabou com o AI-5 em 1978 e impôs o general Figueiredo como seu sucessor.

• Figueiredo se torna presidente em 1979, decretando a Lei da Anistia e reestabelecendo o pluripartidarismo durante seu governo, que teve fim em 1985.

Brasil República atualmente

A Nova República foi instituída com o fim da Ditadura Militar no Brasil. Esse período do Brasil República ficou marcado pela democratização política e pela estabilização econômica. Os presidentes da Nova República até agora foram:

• José Sarney (1985-1990): durante seu governo, foi promulgada a Constituição de 1988, que instituiu o Estado democrático e a república presidencialista.

• Fernando Collor de Mello (1990-1992): primeiro presidente eleito diretamente desde 1960. O Congresso pediu seu impeachment, mas ele renunciou.

• Itamar Franco (1992-1993): era vice de Fernando Collor de Mello. Foi o responsável pela implantação do Plano Real.

Fernando Henrique Cardoso (1994-2002): período marcado por diversas privatizações, como na área das telecomunicações. Reeleito em 1998.

• Luís Inácio Lula da Silva (2003-2010): seu governo foi marcado pela manutenção da estabilidade econômica, retomada do crescimento do país e redução da pobreza e da desigualdade social. Reeleito em 2006, terminou seu segundo mandato com recorde de aprovação popular.

• Dilma Rousseff (2011-2016): sucessora política de Lula e primeira mulher presidente do Brasil. Reeleita em 2014. Durante seu governo foram descobertos esquemas de corrupção na Petrobrás, mas até hoje não se comprovou sua participação ou conhecimento das operações. Em 31 de agosto de 2016 teve seu mandato cassado após um processo de impeachment.

• Michel Temer (2016 – até o presente): vice de Dilma, assumiu em um momento conturbado, de crescimento da inflação e de crise política e econômica. Sua legitimidade no poder é contestada pela oposição.