Resumo do Segundo Reinado


Segundo Reinado

O segundo reinado foi a segunda parte do período imperial no controle do Brasil, proporcionado pelo reinado de Dom Pedro II. Esta fase se inicia com o golpe da maioridade, que, em 23 de julho de 1840, permitiu que o jovem Dom Pedro II, então com apenas catorze anos, assumisse o trono.

Esta manobra foi articulada especialmente por membros do partido liberal em conjunto com a família real, pois proporcionou que esta pudesse manter o controle do Brasil e de Portugal ao mesmo tempo, além de atender a interesses de seus aliados políticos.

Fases do segundo reinado

O segundo reinado, que perdurou de 1840 a 1889, pode ser dividido em três fases distintas, que permitem uma melhor observação deste período. Assim, as três fases do segundo reinado são as seguintes:

– Consolidação (1840 a 1850)

Nos primeiros dez anos de seu reinado, Dom Pedro II buscou a consolidação de seu reinado, priorizando o controle sobre os grupos políticos do país, de forma que suas disputas fossem bastante amenas e não lhe causassem problemas.

– Auge (1850 a 1870)

Neste período o segundo reinado viveu seus melhores tempos, com Dom Pedro II consolidado no poder e sendo respeitado por aqueles à sua volta, especialmente os políticos de ambos os lados.

– Declínio (1870 a 1889)

Após a guerra do Paraguai o imperador Dom Pedro II começou a perder prestígio entre seus então apoiadores. Desta forma, com o surgimento de movimentos contrários à monarquia, o segundo reinado chegou a seu fim.

A independência do Brasil

Após a guerra do Paraguai, a monarquia perdeu força em suas três principais frentes de apoio: religiosa, militar e escravocrata.

Sem este apoio, o exército articulou o golpe contra a monarquia que resultou na proclamação da república, ocorrida em 15 de novembro de 1889, liderada pelo Marechal Deodoro da Fonseca e realizada por José do Patrocínio.