Resumo do período mesozoico


A história do planeta Terra é extremamente extensa e ultrapassa os milhões de anos, sendo dividida em inúmeras Eras para facilitar o seu estudo. A Era Mesozoica é a segunda na linha do tempo da humanidade e vem depois da Paleozoica e antes do período intitulado Cenozoico.

Resumo do período mesozoico

Estima-se que a Era Mesozoica tenha acontecido aproximadamente entre 251 e 65,5 milhões de anos atrás. O grande marco deste período é a existência e extinção dos dinossauros e são justamente os seus fósseis que permitem tal estimativa de tempo. Vale ressaltar, ainda, que foi neste período que surgiram os primeiros mamíferos do planeta.

Nesta época, a formação dos continentes também era bem diferente daquela que hoje conhecemos. Durante esta Era, a Terra tinha um único continente chamado de Pangeia. A separação tal como conhecemos atualmente levou milhões de anos e está relacionada à movimentação das placas tectônicas.

O termo mesozoico tem origem nas palavras gregas “meso” e “zoico” significando respectivamente meio e vida. Na história da Terra, este é o período que marca exatamente o meio da pré-história.

Fascinante e imprescindível para uma melhor compreensão da história do planeta, entenda mais sobre esta Era neste resumo sobre o período mesozoico.

As três fases da Era Mesozoica

A Era Mesozoica corresponde a um período de cerca de 140 milhões de anos da história do planeta e graças a essa extensa duração foi necessário dividir esta parte do processo evolutivo em três fases para melhor estudo e compreensão.

Veja a seguir quais foram estas fases neste resumo sobre o período mesozoico e suas principais características e contribuições:

Fase Triássica

Com cerca de 45 milhões de anos, o triássico estendeu-se de 250 a 205 milhões de anos atrás.
Neste momento da história surgiram os primeiros mamíferos junto aos vertebrados alados, conhecidos como pterossauros, e a plantas gimnospermas.

As florestas da fase triássica eram, sobretudo, de samambaias e árvores coníferas, aquelas utilizadas comumente ao longo das festas de fim de ano e Natal.

A Terra era um único continente, a Pangeia, envolta pela Pantalassa – ou Panthalassa – um único oceano que cercava todo o território firme do planeta;

Fase Jurássica

Se você já assistiu ao Jurrasic Park, com certeza já associou rapidamente o nome desta fase a emoção vivida nas telas e esta relação está absolutamente correta. A segunda fase da Era Mesozoica foi bastante extensa e sua marca principal é o surgimento dos dinossauros.

Este período retrata os anos entre 205 e 142 milhões de anos atrás e outras aparições que marcaram a época são o surgimento das marsúpias além de muitos peixes, anfíbios e aves.

Ao longo do jurássico, o mar sofreu uma extrema elevação de seus níveis resultando no aparecimento dos mares que estão inseridos dentro dos continentes. O Mar Morto é um dos exemplos mais claros deste momento da história.

Entre esses milhares de anos os dinossauros dominaram a Terra que agora era cada vez mais rica em vegetação e vida, inclusive aquática, possibilitando a existência destes predadores que em sua maioria eram herbívoros com seus pescoços alongados para alcançar a vegetação nas árvores mais altas.

Fase Cretácea

Por fim, a última fase nesta divisão entre feito no período mesozoico é, como ficou conhecida, cretácea, momento em que as flores e a vida marinha tiveram um verdadeiro boom deste o surgimento do planeta.

Nesta fase, os dinossauros atingiram o seu apogeu. Entre 135 e 65 milhões de anos atrás a Terra era dominada por estes gigantes que fizeram a cadeira evolutiva se movimentar e dar novas origens.
Os dinossauros mais terríveis de que se tem conhecimento, o tiranossauro que podia alcançar até 15 metros de altura e o velociraptor com sua capacidade de caçar em grupo surgiram nesta fase que, infelizmente, se encerrou com a extinção de toda a espécie.

Entre as inúmeras hipóteses para a completa extinção dos dinossauros a que mais tem força e comprovação em meio ao campo científico é de que um meteoro atingiu o planeta e ocasionou mudanças drásticas ao ambiente. Os predadores que não morreram no impacto, que acredita-se que tenha ocorrido no atual território mexicano, morreram posteriormente devido a escassez de alimentos.

A importância do período mesozoico

A evolução da humanidade é repleta de pormenores que nos possibilitaram chegar no lugar em que estamos. Exclua qualquer uma das fases que foram enfrentadas e possivelmente impactaríamos profundamente o presente.

A Era Mesozoica foi importante por inúmeros motivos e entre eles vale a pena destacar um em especial. O petróleo que hoje é tão explorado e usado em inúmeras circunstâncias do dia a dia, sendo considerado como o “ouro preto” por muita gente tem origem das sedimentações desta época, deste período histórico.

A sedimentação dos mares, onde se encontram grandes arsenais de petróleo e pré-sal, como é o caso do Brasil, foram formados justamente nesta Era e agregam incrivelmente valor aos dias atuais.

Gostou deste resumo sobre o período mesozoico? Aproveite para conferir o de outros períodos da história em nosso site!