Cilindro: Elementos, Classificação, Áreas e Seções


Cilindro

O cilindro é um sólido geométrico tridimensional alongado e arredondado que possui o mesmo diâmetro ao longo de todo seu comprimento. Ele é classificado como corpo redondo, já que, se for colocado sobre uma superfície plana inclinada, é provável que ele role.

O cilindro possui basicamente cinco elementos em sua composição:

Bases: cada cilindro possui dois círculos que atuam como suas bases. O primeiro deles está presente na definição do sólido geométrico e o outro é formado pelas extremidades dos segmentos de reta paralelos e congruentes. Este outro círculo pode ou não possui a mesma dimensão de centro e de raio do primeiro.

– Altura: distância entre as bases do cilindro.

– Eixo: é o segmento de reta formado pela união dos centros dos dois círculos

– Secção transversal: qualquer intersecção entre o cilindro e um plano paralelo às bases.

Em relação à classificação, os cilindros podem ser:

Retos: as geratrizes são perpendiculares às bases, sendo que a medida da geratriz é igual à medida da distância entre as bases.

Oblíquos: suas geratrizes são oblíquas às bases.

1. Áreas do cilindro

As áreas do cilindro estão relacionadas à planificação. Isso está relacionado ao processo de projeção das figuras que fazem parte do contorno do plano, ou seja, se desconstruíssemos o sólido geométrico a fim de observar as figuras que fazem parte de sua composição.

No caso do cilindro, encontram-se duas circunferências congruentes e um paralelogramo (no caso dos cilindros oblíquos) ou um retângulo (no caso dos cilindros retos). Nas situações em que a meridiana for um quadrado, o cilindro será denominado cilindro equilátero.

Para encontrar a área total (At) do cilindro, deve-se levar em conta duas situações:

Área de base: Ab = π.r²

Ab: área da base
π (Pi): 3,14
r: raio

Área Lateral: Al= 2 π.r.h

Al: área lateral
π (Pi): 3,14
r: raio
h: altura

Ao final, temos: At = 2.Ab+Al ou At = 2(π.r²) + 2(π.r.h)

2. Seções do cilindro

As seções de um cilindro são as regiões determinadas pela interseção entre um plano e um cilindro, sendo elas:

– Seção transversal: obtida pela interseção de um cilindro com um plano paralelo à base.

– Seção longitudinal ou meridiana: obtida a partir da interseção de um cilindro com um plano que contém a reta suporte do eixo.